Start-ups WE’BIZ Pitch em Lisboa: Seis start-ups tentam convencer investidor a apostar até 1,5 milhões

WE’BIZ Pitch em Lisboa: Seis start-ups tentam convencer investidor a apostar até 1,5 milhões

Seis start-ups nacionais vão participar hoje, em Lisboa, na iniciativa da ANJE, WE’BIZ Pitch da ANJE. As empresas vão tentar obter financiamento junto da KFundos, entre 150 mil euros e 1,5 milhões.
WE’BIZ Pitch em Lisboa: Seis start-ups tentam convencer investidor a apostar até 1,5 milhões
Reuters
Negócios 07 de fevereiro de 2018 às 14:54

Seis start-ups nacionais vão tentar obter financiamento junto da KFunds (uma capital de risco recente) esta quarta-feira, em Lisboa, na iniciativa WE’BIZ Pitch, promovida pela Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) e que tem como finalidade facilitar a captação de investimento das start-ups nacionais. Estas iniciativas já decorreram anteriormente, mas no Porto.

"A ronda de investimento organizada pela ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários vai decorrer entre as 14h00 e as 17h30, no ENTER (entidade parceira de iniciativa), e as seis start-ups selecionadas - Wisecrop, Buzzstreets, Bcreate, Buildtoo, Ground Control Studios e MAPP – vão reunir individualmente com Jaime Novoa (investidor da KFunds) em encontros com a duração de 30 minutos. O objectivo é convencer o agente de capital de risco a investir tickets que podem variar entre os 150 mil e os 1,5 milhões de euros", refere o comunicado.

O comunicado da ANJE indica que o contacto entre as empresas e a capital de risco vai decorrer através sessões um-a-um.

Adelino Costa Matos, presidente da ANJE, em comunicado, sublinha que "a estreia das WE’BIZ Pitch em Lisboa é uma consequência natural da expansão e afirmação destas rondas de investimento que, desde as primeiras edições, acolhem candidaturas de novos negócios de valor acrescentado sediados em diferentes geografias de Portugal".

"A organização da ronda de investimento em parceria com o ENTER é o resultado de uma ligação win-win rapidamente estabelecida, uma vez que as duas entidades ambicionam dinamizar acções que contribuam positivamente para o enriquecimento do ecossistema local e nacional de empreendedorismo", acrescentou.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub