Banca & Finanças Wizink não vê sinais de alarme no crédito
Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN

Wizink não vê sinais de alarme no crédito

Inês Medina, do Wizink, elogia o trabalho do regulador no crédito ao consumo e admite que há uma “implantação grande para fazer” em 2018.
Wizink não vê sinais de alarme no crédito
Bruno Simão/Negócios
Diogo Cavaleiro 27 de dezembro de 2017 às 22:30

"Não vejo sinais de alarme no crédito". A afirmação é de Inês Medina, a responsável em Portugal do Wizink, que comprou o negócio do Barclaycard no país em Novembro de 2016.

)

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
Saber mais e Alertas
pub