Energia EDP coloca à venda espanhola Naturgas

EDP coloca à venda espanhola Naturgas

A eléctrica portuguesa lançou a operação de venda da segunda maior distribuidora de gás em Espanha, avaliada em 2.000 milhões de euros, avança a imprensa espanhola.
EDP coloca à venda espanhola Naturgas
Miguel Baltazar
André Cabrita-Mendes 17 de fevereiro de 2017 às 12:21
A EDP colocou à venda a empresa espanhola de distribuição de gás Naturgas. A notícia está a ser avançada pelo jornal El Economista esta sexta-feira, 17 de Fevereiro, citando fontes próximas do processo.

A eléctrica está disposta a vender mas somente se conseguir uma boa oferta pela empresa que está avaliada em 2.000 milhões de euros. A operação de venda será oficialmente lançada quando o Goldman Sachs concluir a venda da Redexis, uma gasista espanhola controlada pelo banco norte-americana, escreve o jornal espanhol.

A notícia já tinha sido avançada pela agência Bloomberg no início de Janeiro. Mas então a EDP estava ainda a ponderar a venda da empresa gasista, tendo decidido avançar agora. Com o objectivo de estudar a operação, a EDP contratou os bancos JP Morgan e Morgan Stanley.

A Naturgas conta com um milhão de clientes em Espanha, sendo a principal empresa distribuidora de gás no País Basco, Cantábria e nas Astúrias. A empresa é a segunda maior distribuidora de gás em Espanha, a seguir à Gas Natural Fenosa.

Na terceira posição surge a Redexis, que está em processo de venda com dois consórcios interessados na empresa: um formado pela Borealis, China Investment Corporation e Allianz, outro formado pela First State e CPPIB.

O jornal espanhol avança que a Madrilena Red de Gas é uma das empresas interessadas na Naturgas e que a Arcus também pode avançar para a operação, através de um consórcio.

Outras companhias, como a francesa EDF Invest, a holandesa PGGM, a britânica Lancashire e a chinesa Gingko podem também avançar para o negócio.



A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz Há 2 dias

DÍVIDA DA EDP É UMA BOMBA RELÓGIO HÁ VÁRIOS ANOS ... MEXIA É O SÓCRATES DAS EMPRESAS ...

Beruno Há 3 dias

Não percebo porque é que este prefere receber já este valor ao invés de ir recebendo dividendos anuais da mesma. Se a empresa tem este valor, acredito que em 15 anos consiga pagar mais que 2K milhões em dividendos. Se Calhar a naturgas também podia ir pagando dividendos extraordinários à esp, aumentando a sua dúvida mas distribuindo mais cash à sua dona

Anónimo Há 3 dias

Mais um genial Bava, para se manter no poleiro atribui milhões em dividendos aos chineses que são quem manda, não paga a divida e tem de vender os anéis. É só lixo.

zeca Há 3 dias

CONCORDO COM OS ATUAIS COMENTARIOS, A EDP ESTA A VENDER OS ACTIVOS, ESTA PARTIDA EM PEDACOS, A DIVIDA E MAIS DE 18.000 MILHOES EUROS, E TODOS OS ANOS SE AGRAVA E, MAIS DE 700 MILHOES, OS DIVIDENDOS E JUROS PASSAM DOS 1.500 MILHOES POR ANO SE TEM DE LUCROS 890.000 MILHOES.

ver mais comentários
pub