Energia EDP lança plataforma gratuita para controlar consumos de energias

EDP lança plataforma gratuita para controlar consumos de energias

A EDP lançou uma plataforma online que permite ao utilizador acompanhar e gerir o consumo de gás e electricidade das suas casas.
EDP lança plataforma gratuita para controlar consumos de energias
Maria Ribeiro 23 de abril de 2013 às 11:40

A EDP lançou uma plataforma online e gratuita, apelidada de “Gestão Total”, que permite aos utilizadores saberem a qualquer momento como está o consumo de electricidade e gás nas suas casas.

 

Segundo o comunicado da empresa, para aderir a esta nova plataforma basta criar um perfil no site oficial e inserir manualmente as leituras do contador de gás canalizado e electricidade. Esta vai-lhe apresentando os consumos e permite fazer uma previsão com base no histórico, ou mesmo comparar com utilizadores de perfil semelhante.

 

Esta plataforma, gratuita e sem necessidade de instalação, permite que o utilizador compense as suas emissões de carbono na utilização dos serviços EDP e poderá consultar de que forma compensa a sua pegada de carbono no decorrer das semanas.

 

A “Gestão Total” resulta de uma medida financiada no âmbito do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Eléctrica aprovada pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 23.04.2013

O último parágrafo mostra o quão gratuíto é, lá vão mais uns pozinhos para a tarifa...

comentários mais recentes
Anónimo 23.04.2013

O último parágrafo mostra o quão gratuíto é, lá vão mais uns pozinhos para a tarifa...

pub