Imobiliário Mapa: A que preços estão as casas a ser vendidas no seu concelho

Mapa: A que preços estão as casas a ser vendidas no seu concelho

O INE revelou as estatísticas sobre os preços das casas no primeiro trimestre. O Negócios publica agora os dados com os preços médios em todos os municípios, bem como a evolução nos últimos trimestres.

Se está a ver esta notícia da aplicação do Negócios clique aqui.

A subida dos preços das casas em Portugal acelerou no primeiro semestre, com destaque para a evolução registada nas duas maiores cidades do país. Como o INE anunciou, em Lisboa e Porto os aumentos nos preços médios de venda das habitações foram superiores 20%, acentuado uma diferença já elevada face a outras zonas do país.

 

É precisamente no município de Lisboa que se encontra o preço mais elevado, de 2.581 euros por metro quadrado, seguindo-se Cascais e Loulé. Nos três lugares opostos estão Pampilhosa da Serra (130 euros por metro quadrado), Figueira de Castelo Rodrigo (152 euros por metro quadrado) e Lajes do Pico (164 euros por metro quadrado). Também em Vimioso, Penamacor e Santa Cruz da Graciosa os preços não chegam a atingir os 200 euros por metro quadrado.

 

A média nacional é de 950 euros por metro quadrado, um aumento de 1,9% em cadeia e 7,8% face ao período homólogo.

 

A diferença de preços é bem visível no mapa em cima, elaborado pelo Negócios com recurso à base de dados do INE, onde se notam as zonas a vermelho (mais de 1.000 euros por metro quadrado) no Litoral e Algarve, por contraste aos preços bem mais reduzidos do interior. 

 

Nas sete cidades com mais de 100 mil habitantes, Lisboa e Porto protagonizaram as maiores subidas no preço de venda. Mas é no Funchal que se encontra o segundo preço mais elevado: 1.405 euros por metro quadrado. Coimbra (1.224 euros por metro quadrado), Amadora (1.063 euros por metro quadrado), Vila Nova de Gaia (875 euros por metro quadrado) e Braga (705 euros por metro quadrado) ocupam as seguintes posições.

 

Tendo em conta estas cidades, foi no Porto que se registou a maior subida (22,7%), seguido de Lisboa (20,4%), Amadora (13%), Vila Nova de Gaia (10,8%), Funchal (9,3%), Braga (8,1%) e Coimbra (4,1%). 

Para ver os valores praticados em todos os concelhos do país, consulte o mapa em cima, onde também pode ver a evolução dos preços em cada município.

 

Como ler o mapa: Ao passar o cursor pelos vários municípios, vê o preço médio de venda por metro quadrado relativo ao período mais recente (neste caso o primeiro trimestre de 2018). Ao seleccionar um município, vê o gráfico da evolução dos preços nos trimestres mais recentes. Pode ainda alterar a legenda, para ver apenas os municípios que apresentam valores para o intervalo definido. Para isso tem que arrastar o cursor, que se situa a vermelho na parte inferior da legenda.

pub