Indústria Actividade da indústria e serviços da China desce para mínimos

Actividade da indústria e serviços da China desce para mínimos

A actividade industrial da China caiu, em Fevereiro, pelo sétimo mês consecutivo, para o valor mais baixo desde Janeiro de 2009. Já a actividade dos serviços registou o crescimento mais lento desde Dezembro de 2008.
Rita Faria 01 de março de 2016 às 07:35

A actividade da indústria e dos serviços da China continua a dar sinais de deterioração, colocando desafios acrescidos às autoridades que procuram controlar o abrandamento da segunda maior economia do mundo.

O índice PMI para a indústria caiu, em Fevereiro, para os 49 pontos, o valor mais baixo desde Janeiro de 2009. Leituras abaixo dos 50 pontos indicam contracção.

O PMI desceu, assim, pelo sétimo mês consecutivo - a mais longa série de quedas de sempre - e ficou abaixo das estimativas dos economistas consultados pela Bloomberg, que apontavam para os 49,4 pontos.

Já a actividade dos serviços – que tem tido um melhor desempenho do que a actividade industrial – registou o crescimento mais lento desde Dezembro de 2008. O PMI para os serviços caiu de 53,5 pontos, em Janeiro, para 52,7 pontos, em Fevereiro, mantendo-se, assim, acima da linha dos 50 pontos, que faz a fronteira entre a contracção e a expansão. 

Esta segunda-feira, o banco central da China cortou o montante que os bancos necessitam ter como reserva, permitindo-lhes aumentar a concessão de empréstimos.

 

Com esta medida, que entrou em vigor esta terça-feira, 1 de Março, o Banco Popular da China procura aumentar a liquidez disponível nos bancos de forma a incentivar a injecção de dinheiro na economia. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub