Indústria CEO da Gant: “Não podíamos continuar a ser o banco da Ricon”
Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN

CEO da Gant: “Não podíamos continuar a ser o banco da Ricon”

O dono da Ricon nunca cumpriu os planos de pagamento e acumulou uma dívida superior a quatro milhões de euros. O presidente da Gant critica o falido empresário português e conta ao Negócios por que assumiu as perdas.
CEO da Gant: “Não podíamos continuar a ser o banco da Ricon”
Cedida pela Gant
António Larguesa 27 de março de 2018 às 23:20

"Eu vou à bancarrota, a menos que assumam todos os empréstimos ou concordem com a entrada de outro investidor". Foi com esta confissão de Pedro Silva, que detinha a Ricon, que os suecos da Gant decidiram deixar cair o grupo portuguê

)

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub