Indústria Sonae Arauco vende central de cogeração à Sonae Capital

Sonae Arauco vende central de cogeração à Sonae Capital

Além da central actualmente existente em Mangualde, a empresa agora comprada tem em mãos a licença para a construção de um novo equipamento do género que substituirá o existente. Vai custar 45 milhões de euros para gerar receitas anuais de 20 milhões.
Sonae Arauco vende central de cogeração à Sonae Capital
Paulo Zacarias Gomes 12 de outubro de 2017 às 17:27
A Sonae Capital comprou uma central de cogeração a biomassa e a licença para o desenvolvimento de um novo equipamento do mesmo género à Sonae Arauco, a sociedade criada no ano passado entre a Sonae Indústria e os chilenos da Arauco. 

A transacção - comunicada esta quinta-feira, 12 de Outubro, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) - foi feita por cerca de 900 mil euros. 

Através da participada CapWatt, a Sonae Capital compra assim 90% da Sociedade de Iniciativa de Aproveitamentos Florestais-Energia (SIAF-Energia).

A SIAF-Energia detém, por sua vez, a central de cogeração instalada na Sonae Arauco de Mangualde, além da licença para desenvolver uma nova central termoeléctrica a biomassa que substituirá a existente. 

A construção da nova central - com potência eléctrica de 10MW (megawatts) - vai representar um investimento de 45 milhões de euros, a ser realizado pela CapWatt. Em velocidade cruzeiro deverá gerar receitas de cerca de 20 milhões de euros.

A central deverá entrar em exploração no segundo semestre de 2019 e fornecerá energia térmica à fábrica de painéis derivados de madeira da Sonae Arauco ali localizada e que também está a receber trabalhos e modernização e de aumento de capacidade 

A CapWatt e a Sonae Arauco podem, no prazo de três anos, optar por comprar os 10% remanescentes no capital da SIAF.

As acções da Sonae Capital terminaram a sessão a subir 0,94% para 0,858 euros enquanto as da Sonae Indústria avançaram 4,01% para 2,83 euros.

A Sonae Arauco foi criada em Maio de 2016 em parceria com os chilenos da Arauco e que é detida em partes iguais pelos dois grupos.



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
ACIDOSULFURICO Há 1 semana

Empresas bem geridas por competentes profissionais !

pronto lá vai a sonae DESCER Há 1 semana

é o DESTINO

pub
pub
pub
pub