O Negócios Os 15 campeões da economia portuguesa

Os 15 campeões da economia portuguesa

Para assinalar o 15.º aniversário da edição impressa, o Negócios deu a conhecer 15 Campeões da Economia portuguesa. veja quem são estes campeões, o que fizeram para merecer este sublinhado e que legado deixam.
Os 15 campeões da economia portuguesa
Negócios 02 de junho de 2018 às 10:00



Paulo Azevedo: CEO atípico mostra o que o "professor" Belmiro ensinou

Paulo Azevedo: CEO atípico mostra o que o "professor" Belmiro ensinou

Paulo Azevedo chegou ao mais alto patamar da Sonae, o maior empregador de Portugal. O grupo está lançado e prepara mais uma operação no mercado de capitais. Quando as saídas de bolsa se acumulam, a Sonae vai colocar o seu principal negócio disponível à negociação. Paulo Azevedo partilha a liderança executiva na Sonae com Paupério. Mas foi o filho que Belmiro escolheu para sucessor.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
Dionísio Pestana: o gestor que definiu o turismo nacional

Dionísio Pestana: o gestor que definiu o turismo nacional

Dionísio Pestana é fundador do Grupo Pestana. Além da hotelaria, conta com negócios no imobiliário, nos casinos, no golfe e na indústria cervejeira. Filho único, nasceu em Joanesburgo, na África do Sul, em 1952. É formado em Business Economics pela Universidade de Natal. É casado com Margarida Pestana e pai de quatro filhos: Carlota, Lourenço, Manuel e Vasco.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
Pedro Soares dos Santos: Um líder que não esperava, mas há muito planeado

Pedro Soares dos Santos: Um líder que não esperava, mas há muito planeado

Depois de ter passado pelo Brasil e Polónia, o actual líder da Jerónimo Martins regressou, em 2001, a Portugal para assumir as rédeas do negócio nacional. Em 2010, foi o escolhido para suceder ao pai Alexandre Soares dos Santos na gestão do dia-a-dia do grupo que se manteve como um dos maiores investidores e empregadores em Portugal e rumou a uma nova geografia - Colômbia.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
Isabel Vaz: A mulher que pôs a saúde na bolsa

Isabel Vaz: A mulher que pôs a saúde na bolsa

É a cara da saúde privada em Portugal. Em 18 anos, transformou uma empresa de raiz num dos principais grupos privados de saúde, com mais de 29 unidades de prestação de cuidados espalhados por todo o país. Foi ainda a responsável pela entrada em bolsa de uma empresa do sector.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
Pedro Queiroz Pereira: o industrial que investe milhões em Portugal

Pedro Queiroz Pereira: o industrial que investe milhões em Portugal

Pedro Queiroz Pereira é hoje o grande industrial português. Só a Navigator investiu nos últimos 15 anos mais de 1,3 mil milhões de euros em Portugal. Também a Secil, onde passou a ter a totalidade do capital, tem feito investimentos, designadamente no Brasil. Ganhar a guerra de poder com Ricardo Salgado foi determinante para conseguir manter o controlo do grupo que herdou do pai.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
Manuel Alfredo de Mello: renasceu nos anos 80 para se tornar um gigante mundial de azeites

Manuel Alfredo de Mello: renasceu nos anos 80 para se tornar um gigante mundial de azeites

Manuel Alfredo de Mello é o presidente da Nutrinveste, a maior empresa portuguesa de agro-alimentar. Discretamente, mantém-se grande. Nos últimos 15 anos consolidou a sua presença no sector dos azeites e hoje a sua Sovena é líder mundial desse negócio. E o principal negócio da Nutrinveste, que traçou como estratégia especializar-se em gorduras alimentares líquidas.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
Luís Portela: escalou a mais alta montanha farmacêutica

Luís Portela: escalou a mais alta montanha farmacêutica

Luís Portela ousou investir numa estratégia de longo prazo para integrar a Bial num grupo de elite à escala mundial: os criadores de medicamentos. A maior farmacêutica portuguesa, que investe cerca de 20% das suas receitas em I&D, já tem dois no mercado global e um terceiro na calha.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
António Rios Amorim: O sobrinho de Américo que reinventou o negócio da cortiça à escala global

António Rios Amorim: o sobrinho de Américo que reinventou o negócio da cortiça à escala global

À frente da Corticeira Amorim e da associação do sector, à qual presidiu durante nove anos, deu a volta a uma indústria que estava ameaça de morte. Declarou uma bem-sucedida guerra ao cheiro a rolha no vinho e aos vedantes sintéticos, e colocou a líder mundial a brilhar na bolsa.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
Fernando Cunha Guedes: financeiro “concentra” multinacional de vinhos

Fernando Cunha Guedes: financeiro “concentra” multinacional de vinhos

A Sogrape é a maior empresa portuguesa de vinhos, uma multinacional com produção e distribuição em vários países e detém marcas icónicas, como Mateus Rosé, Sandeman e Barca Velha. Já com Fernando Cunha Guedes como CEO, foi eleita a melhor empresa do sector a nível mundial.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
Fortunato Frederico: o patrão da história mais "sexy" e feliz da indústria portuguesa

Fortunato Frederico: o patrão da história mais

Fortunato Frederico criou e preside ao maior grupo português de calçado. À frente da associação do sector, durante 18 anos, liderou a conversão de uma indústria obsoleta na mais moderna e "mais sexy" do mundo, disputando com a Itália a liderança dos preços.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
Elvira Fortunato: a cientista que revolucionou o papel

Elvira Fortunato: a cientista que revolucionou o papel

Engenheira de Materiais, Elvira Fortunato criou com o marido, o cientista Rodrigo Martins, o primeiro transístor de papel, invenção que promete revolucionar hábitos quotidianos e práticas empresariais. A investigadora é apontada como "o Cristiano Ronaldo da electrónica de papel".

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
José Neves: o empreendedor que criou a Apple portuguesa

José Neves: o empreendedor que criou a Apple portuguesa

Aliando a paixão pela moda e o conhecimento em tecnologia - a sua primeira empresa era de base tecnológica - José Neves decidiu criar a Farfetch e entrar na história da moda.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
Cristiano Ronaldo: O português mais famoso do planeta marca pontos no mundo dos negócios

Cristiano Ronaldo: O português mais famoso do planeta marca pontos no mundo dos negócios

Cristiano Ronaldo ganhou em 2017 o prémio de melhor jogador do mundo para a FIFA. Com 32 anos, foi a quinta vez que arrebatou o troféu, em 11 anos de carreira. Na prateleira dos prémios guarda também quatro Botas de Ouro e a conta bancária reflecte o sucesso que tem em todo o mundo, Segundo a revista Forbes, é o atleta mais bem pago à escala mundial.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
João Miranda: construiu um império à base de muita fruta

João Miranda: construiu um império à base de muita fruta


João Miranda construiu, a partir de um alambique instalado nas traseiras da casa de família, a única companhia nacional do sector alimentar verdadeiramente multinacional. Com oito fábricas espalhadas por três continentes, a Frulact assenta o seu sucesso na inovação.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice
António da Silva Rodrigues: O humilde de Azeméis que “molda” automóveis

António da Silva Rodrigues: o humilde de Azeméis que “molda” automóveis

Nasceu numa família humilde de uma zona rural e construiu a partir de Oliveira de Azeméis – com ramificações em diversos países – um império empresarial na produção de moldes e da injecção de peças plásticas, que reclama a liderança no fornecimento à indústria automóvel.

Leia aqui o artigo completo

voltar ao índice



Saber mais e Alertas
pub