TDT Sondas para avaliar sinal da televisão digital estão a ser instaladas
TDT

Sondas para avaliar sinal da televisão digital estão a ser instaladas

As quatro sondas que compõem o processo piloto de monitorização do sinal da televisão digital terrestre já estão instaladas. A Anacom prevê concluir a instalação de 386 unidades até ao final do terceiro trimestre.
A carregar o vídeo ...
Alexandra Machado 17 de fevereiro de 2014 às 13:55

Quatro freguesias piloto foram escolhidas para instalar, em Dezembro, as primeiras sondas que vão avaliar o sinal de Televisão Digital Terrestre. Odivelas, Vialonga, Benfica do Ribatejo e Benavente foram as freguesias escolhidas, garantindo a Anacom que "não temos tido grandes problemas, com o sinal a estar relativamente estável" nestas zonas.

 

As sondas, criadas e instaladas por um consórcio de empresas portuguesas, vão ser agora espalhadas no país. São 386 sondas que vão medir o sinal de televisão digital terrestre 24 horas todos os dias. Na apresentação das sondas, feita esta segunda-feira, 17 de Fevereiro, na Anacom, o sinal captado pela sonda instalada em Vialonga apresentou problemas às 22h54 de ontem. Um problema de 10 segundos, mas que foi registado pela Anacom e que agora será reportado à Portugal Telecom, a operadora gestora da rede.

 

Fátima Barros, presidente da Anacom, salientou que estas sondas são produto 100% nacional e até admitiu que é uma tecnologia que pode ser exportada para outros países que tenham migrado do analógico para o sinal digital de televisão. 

 

Desde final de 2011 a Anacom realizou 500 acções de fiscalização, mas, como Fátima Barros explicou, essas acções foram feitas pelas unidades móveis do regulador, que só permitem detectar o sinal no momento em que é medido, não há uma análise continuada desse sinal. O que significa que num determinado momento o sinal pode estar bom, mas num momento posterior pode haver problemas. 

 

A Anacom garante que, desde o início do processo, a PT já teve de fazer alterações ou intervenções em 20% da sua rede. 

 

Mas Fátima Barros garante, por outro lado, que as reclamações têm vindo a diminuir.Nos últimos quatro meses, as reclamações recebidas pela Anacom foram entre 100 e 200 por mês. E as reportadas pela Deco diminuíram das mais de 800 em Outubro para 59 em Novembro e quatro em Dezembro. Este ano a Deco ainda não reportou à Anacom reclamações.

 

"Continuamos preocupados que todos os portugueses tenham acesso à televisão digital", declarou Fátima Barros, explicando assim o projecto "pioneiro" de criar um sistema de monitorização com sondas desenvolvidas especificamente para o processo. 

 

Hélder Vasconcelos, administrador da Anacom, explicou que antes de lançar o concurso a Anacom verificou as soluções que existiam no mercdo, mas "os custos eram substancialmente superiores e não respondiam ao que se pretendia, eram deficitárias na recolha de informação de determinados parâmetros que para nós eram revelantes". 

 

A montagem das sondas responde à representatividade da população portuguesa. A instalação das sondas está a ser feita em mais de um terço das freguesias. Estarão todas no terreno no final do terceiro trimestre. 

 

As sondas foram desenvolvidas pela Ubiwhere e pela Wavecom com a participação do InescTec e custaram 447,5 mil euros. 




Saber mais e Alertas
pub