Gestão e Gestores Antonio Alcalá: “Sinergias ibéricas não surgem de forma natural”
Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN

Antonio Alcalá: “Sinergias ibéricas não surgem de forma natural”

O director da Fujifilm para Portugal e Espanha é o primeiro não japonês a liderar uma subsidiária europeia da multinacional japonesa. “Toca a terra desde início” e mantém equipas autónomas com “gestão combinada” nos dois países.
Antonio Alcalá: “Sinergias ibéricas não surgem de forma natural”
Paulo Duarte
António Larguesa 21 de dezembro de 2016 às 11:42

Antonio Alcalá aponta que "no trato com o cliente é fundamental ter equipas locais", mas até encontra mais diferenças entre a Catalunha e o resto de Espanha do que entre os dois lados da fronteira. A cultura japonesa reflecte-se )

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub