Start-ups Start-up portuguesa HUUB recebe investimento de 2,5 milhões

Start-up portuguesa HUUB recebe investimento de 2,5 milhões

A start-up portuguesa HUUB, ligada ao sector da logística fashion, concluiu uma ronda de investimento de 2,5 milhões de euros. A empresa adianta que poderá existir um novo encaixe financeiro brevemente.
Start-up portuguesa HUUB recebe investimento de 2,5 milhões
Raquel Murgeira 28 de maio de 2018 às 14:07

A HUUB, start-up portuguesa que opera no ramo da logística fashion, anunciou a conclusão de uma ronda de investimentos de 2,5 milhões de euros, segundo um comunicado da empresa. 

O número é três vezes superior ao valor médio de um investimento europeu para start-ups em fase de lançamento. A empresa portuguesa adianta ainda que poderá existir um novo encaixe financeiro brevemente.

A Pathena, empresa de capital de risco em Portugal, assumiu a liderança do investimento que "suscitou interesse e propostas em toda a Europa", adianta o comunicado.

"Procuramos liderar e orquestrar o ecossistema fashion do futuro assente na sustentabilidade que o próprio universo da moda exige. Esta parceria com a Pathena, que liderou os maiores ‘exits’ no empreendedorismo nacional, é mais um passo rumo a essa visão disruptiva e estabelece-nos como protagonistas europeus na indústria do Supply Chain", afirmou o CEO da HUUB, Luís Roque, citado em comunicado. O líder da empresa acrescenta ainda que tinham sido já levantados 350 mil euros em 2016.

Numa nota oficial a Pathena, citada em comunicado, refere que "a HUUB construiu e provou um conceito e modelo de gestão de cadeia de abastecimento na moda que combina a optimização das melhores práticas da logística tradicional com a inteligência dos algoritmos que maximizam a performance da sua operação e dos seus clientes".

O investimento na área comercial vai representar cerca de quase metade do orçamento da start-up portuguesa, que espera  até ao final de 2019 crescer de 50 para 200 marcas. "Vamos criar uma máquina de vendas focada na aquisição e retenção que nos levará a uma receita acima dos 400 mil euros/mês".

A start-up tem ainda um processo de recrutamento a decorrer com 21 vagas disponíveis.

A HUUB deu os primeiros passos em 2015 e distribui para mais de 85 países em todo o mundo. A empresa assume-se como uma "plataforma integrada de gestão da cadeia de abastecimento de marcas de moda a nível global", segundo o comunicado.




pub