Tecnologias Wikipédia também é construída em Portugal

Wikipédia também é construída em Portugal

A "enciclopédia livre" foi criada há precisamente 15 anos, mas na página portuguesa o primeiro artigo foi publicado seis meses depois: Planeta. Depois de 15 anos, o "maior centro de conhecimento humano", continua a crescer.
Wikipédia também é construída em Portugal
Nelson Ching/Bloomberg
André Vinagre 15 de Janeiro de 2016 às 00:01

São 38 milhões de páginas, 27 milhões de utilizadores, 430 milhões de visitantes únicos mensais e 905 mil artigos em português. A Wikipédia faz 15 anos esta sexta-feira, 15 de Janeiro.

 

A página lusófona da Wikipédia estreou-se oficialmente a 21 de Julho de 2001, com o artigo "planeta". Hoje em dia existem mais de 905 mil artigos lusófonos.

 

A Wikipédia é um projecto desenvolvido pela organização sem fins lucrativos Wikimedia Foundation, que gere a enciclopédia a nível global. João Miguel Vasconcelos, presidente da direcção da representação nacional da Wikimédia, diz que a nível de editores "há uma evolução da participação cada vez maior".

 

Ao Negócios, João Miguel Vasconcelos refere que "a Wikipédia é o maior centro de conhecimento humano" e, 15 anos depois da fundação, continua em "pleno crescimento". João Miguel Vasconcelos explica o sucesso desta que é a maior enciclopédia do mundo: "A partilha de conhecimento é o que motiva as pessoas".

 

Presidente há cerca de meio ano, coordenando e representando a página portuguesa face ao organismo internacional, confessa que se começou a envolver-se mais na Wikipédia a partir de 2010 e ainda hoje continua a editar e criar artigos.

 

Ainda assim, as celebrações do 15.º aniversário desta enciclopédia que qualquer pessoa pode editar e completar não vão ser exuberantes e não estão agendados eventos públicos para marcar a data.

 

Também Manuel de Sousa, ex-presidente da Wikimédia Portugal e editor desde 2005, confessa que perdeu a conta aos artigos que criou. "Envolvi-me porque achei uma ideia interessante. Serve para partilhar o conhecimento e ajudar outras pessoas", refere Manuel de Sousa ao Negócios.

 

"Podia ser que algum aluno em Angola ou no Brasil estivesse a fazer um trabalho qualquer e que o meu conhecimento lhe fosse útil", justifica. "É um projecto muito interessante que todos devem tentar contribuir".

 

À frente da representação portuguesa da Wikimédia durante três anos, Manuel de Sousa conta que, por vezes, a controvérsia está presente. "Fui eu que criei o artigo do acordo ortográfico em 2009, mas a questão não foi pacífica. Chamavam-me traidor. Era sempre uma guerra", recorda.

 

"Fiz também o artigo sobre a implantação da República e tive grandes discussões com monárquicos", relembra o ex-presidente da organização. Mas "quando o assunto não é pacífico, leva-se para uma página de discussão. Se não for possível chegar a um consenso há a intervenção de terceiros", explica.

 

Aos 15 anos, mesmo com alguns problemas de fiabilidade, falta de verificação ou com alguma controvérsia à mistura, a Wikipédia ainda está a crescer e quer manter-se como o "maior centro de conhecimento humano".




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 15.01.2016

Ah é este incompetente que está à frente da Wikipedia em Portugal? Está cada vez pior... Eu, por vergonha na cara, já teria saído, mas isso sou eu...

pub
pub
pub
pub