Tecnologias Apple admite que Mac, iPhone e iPad podem estar expostos às falhas de segurança nos chips

Apple admite que Mac, iPhone e iPad podem estar expostos às falhas de segurança nos chips

A Apple assumiu que todos os dispositivos com sistema operativo iOS podem estar expostos às falhas ao nível da segurança nos chips, noticiada ontem. A Apple refere que não são conhecidos efeitos nos utilizadores.
Apple admite que Mac, iPhone e iPad podem estar expostos às falhas de segurança nos chips
Reuters

A Apple assume que todos os dispositivos que têm o sistema operativo iOS, ou seja, Mac, iPhone e iPad, podem estar expostos às falhas de segurança em chips, noticiadas esta quinta-feira. Todavia, e de acordo com a Bloomberg, a empresa liderada por Tim Cook salienta que para já não há registo de estas vulnerabilidades terem causado algum impacto nos utilizadores.

As recentes actualizações de software para iPad, iPhone, iPod, para os computadores Mac e para a Apple Tv ajudam a mitigar as vulnerabilidades conhecidas como "Meltdown". Segundo a empresa, avança a Bloomberg, os Apple Watch não foram afectados.

Em relação aos receios de que a resolução desta situação possa abrandar os dispositivos, a empresa da maçã assegura que os passos que deu para travar o "Meltdown" não colocam em causa o desempenho dos dispositivos.

A Apple revelou ainda, segundo a Bloomberg, que, nos próximos dias, vai lançar uma actualização no browser do Safari mas para proteger os dispositivos em relação a outra formal de vulnerabilidade de segurança, conhecida por Spectre. Esta actualização poderá abrandar a velocidade dos dispositivos em menos 2,5%, assumiu a empresa, citada pela agência Bloomberg.

Computadores e telemóveis à mercê de ataques informáticos devido a falhas de segurança


Os telemóveis e computadores que contêm chips da Intel, Advanced Micro Devices (ADM) e ARM Holdings têm falhas de segurança e estão vulneráveis a ataques informáticos.

A informação foi avançada pela agência Reuters esta quinta-feira, 4 de Janeiro, e aponta que vários investigadores nesta área revelaram que estas falhas podem levar os piratas informáticos a roubar informação destes aparelhos.

Uma das falhas tem o nome de "Meltdown" e afecta os chips da Intel. Esta falha permite aos piratas informáticos ler a informação guardada num computador incluindo as suas palavras-passe. A segunda falha tem o nome de "Spectre" e afecta os chips da Intel, AMD e ARM e possibilita aos piratas informáticos terem acesso a aplicações que lhes forneça informação.


A Intel garante que já tinha sido avisada destas falhas pelos investigadores há algum tempo e que a empresa tem estado a testar soluções que serão disponibilizadas às empresas que usam os seus chips na próxima semana. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Ótima notícia para quem vive da espionagem industrial, segredos advocacia, segredos de saúde, seguradoras, "salta-pocinhas", etc., etc...

pub