Tecnologias Apple entra na batalha dos conteúdos televisivos

Apple entra na batalha dos conteúdos televisivos

A gigante tecnológica quer apostar na distribuição de conteúdos próprios estando já a produzir uma série chamada "Vital Signs" com o músico Dr.Dre.
Apple entra na batalha dos conteúdos televisivos
Bloomberg
Sara Ribeiro 15 de fevereiro de 2016 às 09:43

O mercado das plataformas de "streaming" de televisão em breve pode contar com um novo concorrente: a Apple. De acordo com a Bloomberg, a gigante tecnológica está a produzir uma série com o "rapper" Dr. Dre chamada "Vital Signs".

A aposta em conteúdos próprios tem como objectivo aumentar as vendas dos seus dispositivos. Os planos concretos da Apple para a distribuição destes conteúdos ainda não são conhecidos. Mas, segundo a mesma fonte citada pela Bloomberg, que pediu para não ser identificada uma vez que o projecto ainda é confidencial, as opções em cima da mesa incluem o serviço de "streaming" de música da marca (Apple Music), o iTunes e a box do sistema de televisão da Apple (Apple TV).

A Apple tem reforçado a aposta na área do entretenimento com o lançamento do Apple Music, por exemplo, tendo comprado recentemente os direitos exclusivos do documentário da tournée da cantora Taylor Swift, que sempre se opôs a ceder os direitos das duas músicas às plataformas de "streaming".

Agora, a marca da maçã tem planos para expandir a compra de direitos exclusivos de conteúdos ao segmento televisivo, estando em conversações para adquirir mais séries, segundo a mesma fonte.

A Apple e o representante do músico Dr. Dre, que vendeu a Beats à Apple por três mil milhões de dólares em 2014, não comentaram as informações, segundo a Bloomberg.


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
}
pub