Tecnologias Apple pode apresentar em breve uma versão mais pequena do iPhone 6

Apple pode apresentar em breve uma versão mais pequena do iPhone 6

A tecnológica norte-americana estará a estudar a comercialização, em 2015, de uma versão mini do iPhone 6, smartphone que colocou à venda no passado mês de Setembro.
Apple pode apresentar em breve uma versão mais pequena do iPhone 6
Bloomberg
Carla Pedro 31 de dezembro de 2014 às 01:45

A Apple estará a trabalhar numa versão mais pequena - com quatro polegadas - do iPhone 6,  segundo uma nota de "research" do analista Timothy Arcuri, citada pela AppleInsider.

 

O novo telemóvel manterá as características do último modelo, mas com um tamanho mais pequeno, refere a mesma fonte. Se assim for, substituirá o iPhone 5C como o telemóvel mais barato da empresa.

 

Com base nestas informações, o novo iPhone não terá algumas das novidades dos últimos modelos da Apple, já que são avanços concebidos para telemóveis de ecrã grande.

 

O analista refere, citando as suas fontes conhecedoras da matéria, que as especificidades do modelo de quatro polegadas poderão ser similares às do iPhone 5S, mas que o design será mais parecido com a geração iPhone 6.

 

Segundo Arcuri, é "possível" que a Apple possa lançar três novas versões do iPhone no próximo ano.

 

A estratégia pode ter em vista os utilizadores que preferem smartphones com um ecrã de tamanho mais tradicional. Recorde-se que os últimos modelos da Apple romperam com a ‘normalidade’ dos aparelhos apresentados nos últimos anos pela empresa sedeada em Cupertino, nos EUA.

 

O ecrã do iPhone 6, modelo standard, tem 4,7 polegadas, ao passo que o ecrã do iPhone 6 Plus tem 5,5 polegadas, podendo já ser considerado um ‘phablet’ (aparelhos a meio caminho entre os smartphones e os tablets).

 

O último modelo que ‘teve a mão’ do falecido co-fundador Steve Jobs foi o iPhone 4S.

 

A Apple fechou a ceder 1,22% para 112,52 dólares na sessão desta terça-feira, tendo contribuído para a queda do índice tecnológico Nasdaq. No entanto, a empresa liderada por Tim Cook tem estado a ter um bom desempenho em bolsa, tendo atingido um máximo histórico de 119,75 dólares no passado dia 25 de Novembro.

 

No acumulado do ano, e a apenas uma sessão de o terminar, a Apple valoriza 40,3%.


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub