Tecnologias As novidades que a Apple vai anunciar esta quarta-feira

As novidades que a Apple vai anunciar esta quarta-feira

A Apple vai lançar uma série de novos produtos esta quarta-feira, pondo fim a um ano de pequenas actualizações e preparando a gigante da tecnologia para um quarto trimestre potencialmente forte.
As novidades que a Apple vai anunciar esta quarta-feira
Reuters
Bloomberg 10 de setembro de 2018 às 19:45

Até ao final de 2018, a cotada mais valiosa do mundo lançará três novos modelos de iPhone, novas versões do iPad Pro, relógios Apple Watch com ecrãs maiores, um novo laptop básico com um monitor mais nítido, um computador Mac mini para profissionais e novos acessórios, como o carregador sem fios AirPower.

 

O lançamento dos produtos começará na quarta-feira no Auditório Steve Jobs, na sede da empresa, Apple Park, em Cupertino (Califórnia).

 

O foco serão os novos modelos de iPhone da Apple. O iPhone continua a ser o produto mais importante da empresa, uma vez que gera dois terços da receita e estimula a compra de outros dispositivos da Apple, além de serviços como assinaturas de aplicações, downloads de filmes e armazenamento iCloud.

 

Apesar da desaceleração do crescimento do mercado de smartphones, os preços mais elevados têm ajudado a Apple a continuar a expandir-se e sua quota de mercado aumentou.

 

As tarifas impostas pelo presidente dos EUA, Donald Trump, aos produtos chineses pairam sobre o evento de quarta-feira. A Apple alertou na semana passada que isso elevará os preços de alguns dos seus produtos mais populares, como o Watch e o AirPods.

 

Três novos modelos de smartphone terão um aspecto e funcionamento parecidos com o iPhone X, do ano passado:

 

* Uma versão actualizada do iPhone X com ecrã de 5,8 polegadas terá um processador mais rápido e câmaras actualizadas. Este aparelho irá provavelmente chamar-se iPhone Xs, conforme o critério de nomenclatura da Apple para os novos modelos de iPhone que se parecem com modelos anteriores, mas terá novos recursos. Ele também virá na cor dourada, além das versões em cinza e prateado do ano passado.

 

* Uma versão maior do iPhone X do ano passado com um ecrã de quase 6,5 polegadas. A concretizar-se, será um dos maiores telefones já vendidos no mercado de massas, com quase uma polegada a mais que o ecrã do iPhone 8 Plus. Para dar ênfase ao ecrã ainda maior, a Apple provavelmente dará um novo nome a este aparelho: "iPhone Xs Max", de acordo com fontes conhecedoras das deliberações internas da Apple.

 

* O terceiro telefone, uma nova versão de baixo custo do iPhone X, pode ser o grande sucesso do lançamento de produtos. Terá um ecrã LCD de aproximadamente 6,1 polegadas, em vez da tecnologia OLED, que é mais nova. O telefone terá bordas de alumínio, em vez de aço inoxidável, e virá em várias cores adicionais. A Apple considerou chamá-lo de "iPhone Xr", disse uma das fontes.

 

Os novos aparelhos podem aumentar o preço médio de venda do iPhone, o que elevará as receitas e os lucros, e expandir o total de dispositivos activos da Apple que sustentam a venda de acessórios e serviços digitais. No entanto, nenhum dos modelos terá recursos extremamente inovadores, já que as mudanças mais significativas estão planeadas para o ano que vem, segundo as mesmas fontes.

 

A expectativa do consenso de mercado é de que o novo iPhone com ecrã LCD tenha um preço entre 699 e 749 dólares, escreveu na sexta-feira Rod Hall, do Goldman Sachs, numa nota aos investidores.

 

No entanto, Hall está convicto de que a Apple lhe atribuirá um preço mais próximo dos 849 dólares, atendendo à procura acima do esperado para o actual iPhone X este Verão. Uma versão a 699 dólares é pouco provável e não seria um bom preço para os lucros, acrescentou o analista do Goldman.

 

O preço do iPhone 8, que se espera que seja substituído na linha de produtos pelo novo iPhone X de custo mais baixo, começa nos 699 ou 799 dólares – dependendo do tamanho do ecrã.




pub