Tecnologias Emergência de luxo? Farfetch entrega produtos da Gucci em 90 minutos

Emergência de luxo? Farfetch entrega produtos da Gucci em 90 minutos

Graças a uma parceria com a empresa de tecnologia para a moda Farfetch, com sede em Londres, em breve será possível a entrega de roupas e acessórios da Gucci na porta de casa em 90 minutos.
Emergência de luxo? Farfetch entrega produtos da Gucci em 90 minutos
Bloomberg
Bloomberg 14 de abril de 2017 às 15:00

A Farfetch anunciou a parceria nesta quarta-feira, com a exibição do que a companhia apelida de "A Loja do Futuro" - software e aparelhos que têm o objectivo de ajudar as marcas de luxo a reunirem mais informações sobre os clientes nas lojas e na internet.

 

Os clientes poderão escolher opções seleccionadas de produtos da Gucci, de propriedade da Kering, através de uma aplicação e do website da Farfetch, e os pedidos serão entregues em 90 minutos a partir de lojas da Gucci localizadas em Londres, Nova Iorque, Dubai, Los Angeles, Madrid, Miami, Milão, Paris, São Paulo e Tóquio.

 

A colaboração da Gucci com a Farfetch surge numa altura de concorrência mais forte no mercado de luxo online. Numa conferência com investidores, na terça-feira, o director financeiro da LVMH, Jean-Jacques Guiony, disse que o maior grupo de luxo do mundo seria o mais recente a acelerar o comércio electrónico de multimarcas e que está a estudar um novo local para a sua loja de luxo Le Bon Marché.

 

"Os retalhistas precisam de uma forma de recolher informações sobre os seus clientes enquanto estes estão na loja, assim como recolhem informações sobre as pesquisas que efectuam na internet", disse José Neves, fundador e CEO da Farfetch, num comunicado.

 

Fundada em 2008 como uma plataforma de comércio online para butiques de luxo, a Farfetch tem-se posicionado cada vez mais como uma fornecedora de tecnologia que trabalha directamente com marcas de gama alta. Em Março, a empresa lançou o portal de comércio electrónico da designer de sapatos de luxo Manolo Blahnik, entrando num espaço no qual a concorrente Yoox Net-A-Porter Group era líder, e operando websites de produtos de marca própria para marcas como Yves Saint Laurent e Armani.

 

Entre as tecnologias para lojas físicas que a Farfetch está a exibir há um scanner que permitirá que os clientes efectuem "login" com um smartphone quando entrarem numa loja, possibilitando que o assistente de vendas veja o perfil do cliente, incluindo que itens ele pode ter comprado anteriormente ou guardado numa lista de desejos na loja online da marca.

 

Um suporte para cabides foi desenhado de forma a registar os produtos escolhidos pelo cliente, guardando o item num aplicativo no telefone do cliente e também disponibilizando a informação ao vendedor. O cliente pode, depois, passar para a esquerda ou para a direita no ecrã para mover os itens para uma lista de desejos. Um pequeno espelho instalado nas lojas permitirá que os clientes naveguem pelas selecções online e da loja física, disse Gavin Williams, director de desenvolvimento de produto da Farfetch, em entrevista.

 

A companhia está a exibir também um visor holográfico que permite que os clientes criem e peçam sapatos personalizados - experimentando diferentes couros, peles e cores - da marca de luxo Nicholas Kirkwood.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
surpreso 14.04.2017

La Redoute de luxo

Saber mais e Alertas
pub