Tecnologias Facebook multado em Espanha em 1,2 milhões por falta em protecção de dados

Facebook multado em Espanha em 1,2 milhões por falta em protecção de dados

A Agência Espanhola de Protecção de Dados (AEPD) anunciou hoje que decidiu multar o Facebook em 1,2 milhões de euros por ter recolhido informações pessoais sobre os usuários sem o seu consentimento.
Facebook multado em Espanha em 1,2 milhões por falta em protecção de dados
Bloomberg / Reuters / Getty Images
Lusa 11 de setembro de 2017 às 15:08
"A agência declara a existência de duas infracções graves e uma muito grave por incumprimento da lei de protecção de dados e impõe ao Facebook uma multa total de 1,2 milhões de euros", de acordo com um comunicado da instituição à imprensa.

Os dados sobre ideologia, sexo, crenças religiosas, gostos pessoais ou navegação são recolhidos directamente, mediante a interacção com os serviços ou desde páginas de terceiros sem que o usuário seja informado sobre a utilização e finalidade que o Facebook vai dar aos mesmos, segundo a AEPD.

A agência sublinha que a empresa norte-americana não obtém um consentimento "inequívoco, específico e informado" dos utilizadores para tratar os seus dados e que a informação que oferece não é adequada.

Por outro lado, esses dados pessoais também não são cancelados na sua totalidade quando deixam de ser úteis para o fim para que foram recolhidos, nem quando os usuários solicitam explicitamente a sua eliminação.

A AEPD também constatou que a rede social trata dados "especialmente protegidos" com fins publicitários sem ter obtido o consentimento expresso dos utilizadores, assim como é exigido pelas normas de protecção de dados.

A rede social Facebook tem a partir de agora dois meses para recorrer da multa.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz 11.09.2017

POR CÁ ANDA TUDO A DORMIR

JÁ PARA NÃO FALAR DOS IMPOSTOS QUE DEVIAM PAGAR EM PORTUGAL E NÃO PAGAM...!!!

Saber mais e Alertas
pub