Tecnologias Guru dos automóveis antigos lança relógio inspirado em carro

Guru dos automóveis antigos lança relógio inspirado em carro

Jonathan Ward tem recuperado carros clássicos nos últimos 20 anos, mas a sua primeira obra relojoeira poderá ser a mais bonita em termos de design.
Guru dos automóveis antigos lança relógio inspirado em carro
Bloomberg 09 de setembro de 2017 às 15:00

Durante mais de 20 anos, Jonathan Ward tem restaurado e personalizado SUV clássicos na sua oficina em Los Angeles. O talentoso designer é famoso pelos seus Ford Broncos de 200.000 dólares que fazem referência aos anos 1970, mas começou a actualizar Toyota Land Cruisers em 1996. Então, após a sua primeira modificação de um Toyota FJ Cruiser, em 2007, fundou a Icon, onde desde então vende camiões e jipes vintage restaurados que custam seis dígitos.

 

A atenção de Ward aos detalhes nos carros é lendária: os seus Broncos, montados artesanalmente, usam um motor Ford V8 de 5 litros, dobradiças de aço inoxidável retiradas de congeladores industriais nas portas, indicadores de painel inspirados nos relógios Bell & Ross, faróis LED, janelas dignas de arranha-céus, palas de protecção solar Learjet e placas de aço cortadas a laser. O material de revestimento interior é um tecido de categoria militar.

 

A lista de espera para as suas criações está em dois anos — e leva mais tempo, a menos que se tenha um bom privilégio interno. Ward faz apenas 35 veículos por ano, para pessoas como Mickey Drexler da J. Crew; o designer industrial Marc Newson; e o mais afortunado dos príncipes sauditas que passeia a altas horas da noite em Paris.

 

Mas, como as mentes criativas costumam fazer, a de Ward vagueou. Pela relojoaria (em incursões anteriores, foi pelo artesanato, pela escultura e pelos barcos). A ex-estrela infantil — cujos créditos incluem "Além da Imaginação", "Flores de Aço" e "Peter Pan" na Broadway — lançou o primeiro resultado dos seus esforços em Nova Iorque no Baccarat Hotel na semana passada. É um relógio chamado Duesey, inspirado por um dos primeiros símbolos de status automóveis: o Duesenberg SJ da década de 1930.

 

Ward vê o novo relógio como uma sobreposição de dois interesses. Tem mais de 100 relógios na sua própria colecção, especialmente os primeiros relógios de transição da Omega, bem como alguns Patek Philippe e raridades mecânicas obscuras do século passado. Durante os últimos três anos, viajou diversas vezes à Suíça para ter aulas com mestres relojoeiros para poder produzir o seu próprio design.

 

"Eu queria fazer algo que transmitisse exactamente o que eu faço com os carros", disse Ward após o lançamento em Nova Iorque. "Demorei tantos anos para fazer isto como deve ser porque era essencial que tudo viesse de mim, com a mesma atenção aos detalhes e sem comprometer nada."

 

O relógio possui uma caixa de titânio escovado de 42 mm com uma pulseira de couro de jacaré, uma capa de cristal e um mostrador de ónix polido. Há duas aberturas no visor preto, um pequeno triângulo na parte superior que mostra a hora e uma fenda curva em baixo que exibe os minutos. A maneira correcta de descrevê-lo é "hora que pula" com "minutos que vagueiam".

 

Até ao momento, 20 dos relógios Duesey de Ward foram vendidos — sendo que 15 deles foram directamente para proprietários actuais da Icon. Todas as 50 unidades da edição limitada estarão disponíveis no início de 2018.

 

Aqui está a melhor parte: o preço inicial do Icon Duesey é de 11.500 dólares. Então, se não tiver dinheiro para comprar um Bronco daqueles, pelo menos poderá comprar o relógio.

(Texto original: A Vintage Car Guru Releases an Engine-Inspired Watch)




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub