Tecnologias Marissa Mayer recebe 23 milhões para sair da Yahoo

Marissa Mayer recebe 23 milhões para sair da Yahoo

Marissa Mayer estará prestes a perder o seu trabalho. A compra da Yahoo por parte da Verizon está a caminhar para o seu desfecho e a CEO vai deixar a empresa. Mas não sai de mãos a abanar.
Marissa Mayer recebe 23 milhões para sair da Yahoo
Bloomberg
Ana Laranjeiro 13 de março de 2017 às 19:47

O negócio entre a Verizon, a maior operadora móvel norte-americana, e a Yahoo, já fez correr muita tinta. Uma das últimas notícias sobre o tema dava conta que as duas empresas tinham alcançado um acordo que previa que a Verizon tivesse um desconto na compra da Yahoo, após os ataques cibernéticos de que a tecnológica foi alvo.

De acordo com a Reuters, a Verizon chegou a acordo, a 21 de Fevereiro, para pagar pelo negócio de internet da Yahoo 4,48 mil milhões de dólares, menos 350 milhões de dólares que o valor acertado inicialmente. O negócio vai juntar os activos de internet (motor de busca, email e serviço de mensagens) da Yahoo à AOL, detida pela Verizon. As duas companhias apontaram, na altura, o segundo trimestre como a data para a conclusão da operação.

Esta segunda-feira, 13 de Março, um novo dado foi divulgado. Marissa Mayer (na foto) deverá deixar de ser CEO da empresa que restará após a venda dos activos da internet da Yahoo à Verizon, de acordo com um comunicado da empresa, citado pela CNN. Depois de a operação estar concluída, os activos da Yahoo que restarem serão uma empresa de investimento. A empresa vai abandonar o nome Yahoo e vai passar a chamar-se Altaba. Mayer vai ser substituída no cargo de CEO por Thomas McInerney.


Mas será que Mayer vai sair de mãos a abanar? Segundo o comunicado da Yahoo, citado pela estação norte-americana, Mayer pode receber 23 milhões de dólares (mais de 21 milhões de euros no câmbio actual) quando a operação estiver concluída. O pagamento desta indemnização está condicionado à venda da Yahoo e à saída de Marissa Mayer da empresa sem justa causa. A gestora receberá 3 milhões em dinheiro e os restantes 20 milhões em acções.


A este pagamento, que a ainda CEO da Yahoo pode receber, vem somar-se aos mais de 150 milhões de dólares (mais de 140 milhões de euros no câmbio actual) que Mayer tem vindo a receber em salários e prémios em acções desde que se juntou à empresa em 2012.

  




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

E depois admiram-se dos despedimentos em força q por vezes ocorrem. É q para além dos salários e prémios obscenos, das indeminizações q um mero funcionário nunca conseguirá receber, ainda fazem por vezes um péssimo trabalho e pasma-se no dia seguinte estão a gerir outra empresa.

Mr.Tuga Há 2 semanas

Os verdadeiros PARASITAS e CHUL*OS SANGUESSUGAS IMORAIS E OBSCENOS desta sociedade PODRE: XEO´s!

pertinaz Há 2 semanas

TAMBÉM QUERO...

Conselheiro de Trump Há 2 semanas

Se fores furreta tens dinheiro para o resto da vida.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub