Tecnologias Nokia regressa ao mercado dos telemóveis a marcar recordes

Nokia regressa ao mercado dos telemóveis a marcar recordes

A finlandesa HMD Global terá à venda a partir de quinta-feira, na China, o Nokia 6, que será o primeiro telemóvel daquela marca com sistema operativo Android.
A carregar o vídeo ...
Carla Pedro 17 de janeiro de 2017 às 01:49

A HMD Global, que comprou a igualmente finlandesa Nokia, anunciou que a partir de 19 de Janeiro terá à venda na China, por cerca de 250 dólares o Nokia 6, naquele que é o primeiro telemóvel da marca desenvolvido para o sistema operativo Android.

 

O Nokia 6 – smartphone de gama média – foi já lançado na semana passada na China, mas a venda oficial só arranca na próxima quinta-feira. E já está a estabelecer recordes, segundo vários sites especializados em tecnologia: 250.000 pessoas já procederam à pré-encomenda do aparelho naquele país.

 

Entre as principais características deste aparelho, será de destacar o ecrã de 5,5 polegadas, uma resolução FullHD de 1080x1920 píxeis, a memória RAM de 4GB e uma capacidade de armazenamento de 64GB. Tudo a operar com o sistema operativo Android 7.0 Nougat – algo que já se esperava, depois de a Nokia se ter afastado da Microsoft, sublinha a Gadgets.

 

Por seu lado, a câmara principal (na parte de trás do aparelho) terá um sensor de 16 megapíxeis e a câmara frontal contará com um sensor de 8 megapíxeis. 

 

O motivo pelo qual a HMD está a lançá-lo primeiro na China prende-se com o forte crescimento da procura de smartphones naquele país, onde se estima que o número de utilizadores atinja os 593 milhões este ano, explicou a empresa.

 

Em Dezembro do ano passado, tinha já sido lançada outra novidade: a de novos telemóveis Nokia no mercado em 2017, no segmento "low cost". Segundo o anúncio, dois novos equipamentos – o Nokia 150 e o Nokia 159 Dual SIM - com funcionalidades básicas e um preço base de 26 dólares (24,4 euros à cotação actual), chegarão ao mercado este ano.

 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 18.01.2017

"A HMD Global, que comprou a igualmente finlandesa Nokia"
Ah bom jornalismo português.

joao 18.01.2017

Esta notícia carece de rigor. A HMD não comprou a Nokia. A Nokia licenciou a marca à HMD para esta lançar telemóveis com a marca "Nokia".

Saber mais e Alertas
pub