Tecnologias Nos supera Meo pela primeira vez em número de clientes

Nos supera Meo pela primeira vez em número de clientes

A operadora da Altice continua a ser líder em termos de receitas, mas em número de subscritores de pacotes de telecomunicações, a Nos conquistou a primeira posição no primeiro trimestre.
Nos supera Meo pela primeira vez em número de clientes
A quota da empresa liderada por Miguel Almeida tem permanecido acima dos 39%
Miguel Baltazar/Negócios
Nuno Carregueiro 06 de junho de 2017 às 14:10

A Nos superou a Altice e assumiu a liderança do mercado de telecomunicações em Portugal, tendo em conta a métrica do número de subscritores de pacotes de serviços de comunicações electrónicas.

 

De acordo com um comunicado da Anacom com as estatísticas do primeiro trimestre no mercado de telecomunicações, a Nos atingiu uma quota de mercado de 39,4%, duas décimas acima do registado pela Meo, conseguindo "pela primeira vez a quota de subscritores mais elevada".

 

No primeiro trimestre do ano passado a diferença entre as duas operadoras era de sete décimas (39,7% para a Nos e 40,4% para a Mer) e no terceiro trimestre de 2015 (o primeiro em que a Altice consolidou a Meo e já não contou com a Cabovisão) era de 2,7 pontos percentuais (39,1% para a Nos e 41,8% para a Meo).

 

A evolução da quota de mercado nos últimos trimestres mostra que foi mais a Meo a perder a liderança do que a Nos a ganhá-la. A operadora liderada por Miguel Almeida tem mantido a quota de mercado relativamente estável acima dos 39%, enquanto a Meo tem vindo a perder terreno. Sobretudo à custa da Vodafone, que chegou aos 16,4% no primeiro trimestre, quando no terceiro trimestre de 2015 tinha 13,1%. O Grupo Apax, que detém a Nowo (antiga Cabovisão) tem uma quota de mercado de 5%.

 

Meo reclama ter mais 3,5 milhões de serviços do que a Nos

Numa nota à imprensa, envida depois de publicado o relatório da Anacom, a Meo diz que "continua a ser líder absoluto em número de clientes de serviços de telecomunicações em Portugal".

A empresa da Altice assinala que o relatório publicado pelo regulador diz respeito apenas a pacotes de telecomunicações (vários serviços em conjunto), sendo que a Meo 
tem mais 3,5 milhões de de serviços (móvel, televisão, voz fixa e internet fixa) que o segundo operador.Nesta métrica a Meo tem 12,7 milhões de serviços e a Nos 9,2 milhões. E acrescenta que "é líder nos pacotes de maior valor e mais serviços incluídos (5P), por larga margem".

Esta liderança ajuda a explicar porque, na análise por receitas, a operadora da Altice continua a ter a maior quota (41,8%) e quase dois pontos percentuais acima da Nos (39,9%). A Vodafone surge com 14,2% e o grupo APAX com 4%.

 

Desagregando as quotas de mercado por modalidade de pacote, a Anacom salienta que, no primeiro trimestre, a Nos liderava nas modalidades 3P e 4P, enquanto a MEO liderava nas modalidades 2P e 5P, tanto em termos de subscritores como em termos de receitas.
 

Quase 90% das famílias tem pacote de telecomunicações

 

Os dados publicados esta terça-feira pela Anacom mostram que o mercado de telecomunicações continua a crescer em Portugal, com cada vez mais famílias a aderir a pacotes de serviços.

 

O número de subscritores de pacotes de telecomunicações atingiu 3,55 milhões em Março, o que representa um crescimento de 35 mil face a Dezembro e de 245 mil face ao mesmo mês do ano passado.

 

A Anacom dá conta que "no final do primeiro trimestre de 2017, 87 em cada 100 famílias dispunham de um pacote de serviços de comunicações electrónicas", sendo que a oferta em pacote mais popular continuou a ser o 5P, com 1,47 milhões de subscritores, o que representa 41,3% do total.

 

As receitas deste mercado dos serviços em pacote aumentaram 6% em termos homólogos, para 440 milhões de euros, sendo que cada cliente paga uma média de 41,57 euros por mês, mais 1,6% do que no período homólogo.

(notícia actualizada às 19:50 com comunicado da Meo)




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

NESTE MOMENTO O MELHOR É A VODAFONE FIBRA SEM DUVIDAS. QUEM EXPERIMENTAR FICA FIEL. SÓ SÃO TRAPALHÕES É NA FACTURAÇÃO. UPLOAD DA NOS FICA A ANOS LUZ PARA TRÁS DA VODAFONE. A NOS NEM FIBRA TEM ATÉ À CASA DOS CLIENTES. O MODEM DA NOS ESTÁ ULTRAPASSADO. ÚNICA VANTAGEM É O CINEMA MAIS BARATO.

pertinaz Há 2 semanas

ESPERO QUE A MEO DESAPAREÇA... TAIS SÃO OS MAUS TRATOS AOS FUNCIONÁRIOS...!!!

Anónimo Há 2 semanas

A Nós deve aumentar a potência do sinal junto da fronteira Norte, constantemente a frequência é absorvida pelas empresas espanholas das telecomunicações.

BCP diga 0.33 é daqui a 9 DIAS Há 2 semanas

BCP DIGA 0.33 é daqui a 9 dias quando a FINTCH subir os RATINGS do MILENIUM BCP e de PORTUGAL

ver mais comentários
pub