Tecnologias Pedro Veiga deixa coordenação do centro de cibersegurança

Pedro Veiga deixa coordenação do centro de cibersegurança

Pedro Veiga demitiu-se do Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS).
Pedro Veiga deixa coordenação do centro de cibersegurança
Inês Lourenço
Lusa 10 de maio de 2018 às 10:57

O coordenador do Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS), Pedro Veiga, demitiu-se do cargo, confirmou quarta-feira, 9 de Maio, à Lusa o gabinete da ministra da Presidência e da Modernização Administrativa. 

A nomeação do substituto será anunciada brevemente, de acordo com uma informação do gabinete de Maria Manuel Leitão Marques.

 

A ministra da Presidência, segundo a mesma informação, agradeceu "o contributo inestimável de Pedro Veiga para o trabalho nesta área, ao longo destes dois anos".

 

Pedro Veiga é pioneiro da internet em Portugal, professor no departamento de informática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, presidiu à FCCN (Fundação para a Ciência e a Tecnologia) e estava à frente do CNCS desde a sua formação, em 2016. 

 

A decisão surge no dia em que teve início o primeiro exercício a nível nacional de cibersegurança, em Lisboa.

 

O Centro Nacional de Cibersegurança está até esta quinta-feira a testar o "grau de preparação" de várias entidades públicas e privadas a um ciberataque. 

 

Em declarações à agência Lusa, em antecipação do exercício, Pedro Veiga tinha afirmado que iria ter como alvo os sectores da energia, transportes, banca, saúde e tratamento e distribuição de água.

 

O objectivo "é testar o grau de preparação das entidades que vão participar no tratamento de incidentes de cibersegurança", explicou na ocasião Pedro Veiga.

 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
anonimo Há 1 semana

Sinceramente só espero que para o seu lugar , não seja nomeado mais um boy

Toupeira Há 1 semana

não sou doutorado, mas tenho conhecimento e experiência (logo sou doutorado como o Relvas e companhia) posso ocupar o lugar dele? envia-me um mail