Tecnologias Portuguesa TOMI exporta “tablets gigantes” para o Brasil

Portuguesa TOMI exporta “tablets gigantes” para o Brasil

A tecnológica portuguesa abriu dois novos escritórios no Brasil, um passo que implicou um investimento global de um milhão de euros. O objectivo é chegar a mais 20 mercados a médio prazo.
Portuguesa TOMI exporta “tablets gigantes” para o Brasil
Negócios 20 de junho de 2016 às 12:24

Com os Jogos Olímpicos quase à porta, a tecnológica TOMI World decidiu alargar a sua presença ao Brasil, país que vai acolher o evento que arranca em Agosto.

Numa primeira fase, a empresa portuguesa abriu a TOMI Brasil em São Paulo e a TOMI Rio no Rio de Janeiro, tendo instalado 16 "tablets gigantes", como a empresa explica, no calçadão de Copacabana e Leme, num investimento global de um milhão de euros.

"A expansão para o maior país da América do Sul é a concretização de um objectivo de internacionalização, que faz parte da génese deste projecto", explica José Agostinho, CEO do TOMI World.

Em breve a empresa conta instalar mais 138 equipamentos interactivos no Rio de Janeiro. O "tablet gigante português", permite "aos habitantes e turistas da cidade obter informação útil sobre acontecimentos da actualidade, consultar a agenda cultural, encontrar vários pontos de interesse, pesquisar diferentes opções de transporte e até tirar a tão famosa "selfie"", detalha a empresa no mesmo comunicado.

Quanto à expansão para o mercado brasileiro, o presidente executivo adianta que "achámos que este seria o momento certo, pelo fluxo crescente de turistas que o Brasil, mais concretamente a cidade do Rio de Janeiro, vai receber pelo acontecimento dos Jogos Olímpicos".

"Só nesta primeira fase, em hardware e instalação da rede no Brasil, estimamos que o investimento global ronde um milhão de euros. Prevemos que para concluir todo o projecto no Brasil haja um investimento global de 10 milhões de euros. Para além disso, existe também um plano de expansão para cerca de 20 países a nível mundial, que se encontra neste momento em execução e constante avaliação", revela José Agostinho.

Actualmente, a empresa conta com um escritório em Londres, para servir de base para a expansão Europeia e prevê ainda no primeiro semestre deste ano, abrir um escritório nos EUA.




pub