Tecnologias Receitas e lucros do eBay sobem no primeiro trimestre

Receitas e lucros do eBay sobem no primeiro trimestre

O site de leilões online reportou um aumento do volume de negócios e do resultado líquido, cujos valores ficaram também acima das expectativas do consenso de mercado.
Receitas e lucros do eBay sobem no primeiro trimestre
Bloomberg
Carla Pedro 19 de abril de 2017 às 22:05

O eBay anunciou lucros de 1,04 mil milhões de dólares no primeiro trimestre, terminado a 31 de Março, o que corresponde a 94 cêntimos por acção – contra um resultado líquido de 482 milhões de dólares (41 cêntimos por acção) no período homólogo do ano passado.

 

Excluindo itens extraordinários, os lucros por acção ascenderam a 49 cêntimos (538 milhões de dólares no total), quando a média apontada pelos analistas inquiridos pela Bloomberg era de 48 cêntimos por acção. No ano passado tinham ascendido a 47 cêntimos por acção (num total de 550 milhões).

 

A empresa de comércio electrónico reportou, para o mesmo período, um crescimento das receitas, de 2,14 mil milhões de dólares para 2,22 mil milhões, superando também as projecções do mercado, que apontavam para um valor médio de 2,21 mil milhões.

 

A justificar estes resultados está o aumento de visitants nos seus websites de comércio electrónico e os esforços para revitalizar a sua plataforma – que estão a ser recompensados, sublinhou a empresa na apresentação das suas contas após o fecho das bolsas do outro lado do Atlântico.

 

Para o conjunto do em curso, o eBay, com sede em San Jose, na Califórnia, espera lucros por acção entre 1,98 e 2,03 dólares e aponta para receitas na ordem dos 9,3 a 9,5 mil milhões de dólares.

 

Os analistas sondados pela Bloomberg estimam um volume de negócios médio de 9,41 mil milhões em 2017 e um lucro por acção de 2,01 dólares, pelo que as estimativas da empresa liderada por Devin Wenig ficam em linha com o esperado.

 

Para o trimestre em curso, o eBay projecta um volume de negócios entre 2,28 e 2,32 mil milhões de dólares, ficando assim à justa perante as expectativas do consenso de mercado – que são de 2,32 mil milhões.

 

O mercado esperava mais e está a castigar a tecnológica, que segue a perder 4,9% para 32,35 dólares na negociação fora do horário regular da bolsa nova-iorquina.


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub