Tecnologias Sage Portugal liderada a partir de Espanha e sem exclusividade

Sage Portugal liderada a partir de Espanha e sem exclusividade

Josep Maria Raventós substitui Maria Antónia Costa na gestão da operação portuguesa, acumulando esta nova função com a chefia de um departamento no país vizinho.
Sage Portugal liderada a partir de Espanha e sem exclusividade
Direitos Reservados
Negócios 18 de abril de 2017 às 14:10

A Sage anunciou esta terça-feira, 18 de Abril, a nomeação de Josep Maria Raventós para o cargo de "country manager" em Portugal. O novo responsável vai gerir o negócio a partir de Espanha e não fica a liderar as operações no mercado português em regime de exclusividade.

 

Segundo a nota divulgada por esta multinacional especializada em software de gestão, o sucessor de Maria António Costa – esteve dois anos nestas funções e saiu em Novembro de 2016 para integrar a equipa no Brasil – vai manter as responsabilidades que tem há seis anos como gestor da unidade de negócio de contabilidade em Espanha.

 

Josep Maria Raventós entrou na Sage Espanha em 2005 depois de trabalhar mais de duas décadas na Logic Control, uma empresa tecnológica catalã que opera actualmente como subsidiária do grupo criado em 1981 pelo britânico David Goldman. É licenciado em Economia pela Universidade de Barcelona e fez formação pós-graduada na ESADE Business & Law School.

 

Salientando que a equipa portuguesa "tem demonstrado que mesmo nos mercados mais desafiantes é possível obter excelentes resultados e continuar a crescer", o novo responsável da consultora frisou, citado numa nota à imprensa, que "neste novo desafio [espera] poder contribuir para este posicionamento e para o desenvolvimento do negócio no país".




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub