Tecnologias Satélite militar da SpaceX de Elon Musk terá caído no mar

Satélite militar da SpaceX de Elon Musk terá caído no mar

No último domingo, a SpaceX de Elon Musk lançou um satélite militar com sucesso. Contudo, depois do lançamento, as autoridades não conseguem detectar esse mesmo satélite, o que poderá indicar que terá caído no mar.
Satélite militar da SpaceX de Elon Musk terá caído no mar
Reuters
Ana Laranjeiro 09 de janeiro de 2018 às 16:33

No último domingo, a SpaceX – fundada e liderada por Elon Musk – lançou um satélite militar para órbita, que está agora desaparecido tendo, possivelmente, caído no mar.

No passado dia 7 de Janeiro, o Falcon 9 da Space X foi lançado para órbita a partir da Air Force Station, em Cabo Canaveral (Florida, EUA). O lançamento terá decorrido dentro da normalidade, de acordo com a Bloomberg. Porém, agora o US Strategic Command refere que não está a monitorizar nenhum novo satélite, uma indicação de que este satélite militar da SpaceX não conseguiu seguir a sua trajectória até órbita, segundo a agência.

"Depois de revermos de todos os dados, o Falcon 9 fez tudo correctamente no arranque, no domingo à noite. Se nós, ou outros, encontrarmos informações contrárias, com base na revisão de mais informações, vamos reportá-lo imediatamente", disse Gwynne Shotwell, director de operações da SpaceX, citado pela Bloomberg. "Devido à natureza classificada da carga, não é possível fazer mais comentários", acrescentou.

Há quem admita, no Twitter, de acordo com a agência de notícias, que o Falcon 9 tenha falhado em separar-se correctamente, o que significa que a responsabilidade por este desaparecimento não está no sistema de lançamento. Os comentários transmitidos na altura do lançamento parecem confirmar isso, segundo a mesma. Contudo, não é claro o que aconteceu.

Ainda assim, o facto de este satélite estar desaparecido representa um revés para a SpaceX – que registou no ano passado uma época de recordes de lançamentos.

Todavia, esta não foi a primeira vez que as coisas correram mal para a SpaceX. Por exemplo, em Setembro de 2016, um foguetão Falcon 9 explodiu em Cabo Canaveral, durante testes de lançamento. De acordo com a Reuters, a explosão ocorreu na zona de onde o foguetão deveria ser lançado alguns dias depois, transportando um satélite israelita.