Tecnologias Sede da Apple na Europa evacuada por "razões de segurança"

Sede da Apple na Europa evacuada por "razões de segurança"

O campus central da empresa está a ser inspeccionado pelas forças policiais mas não foram chamadas equipas de inactivação de explosivos.  
Sede da Apple na Europa evacuada por "razões de segurança"
Bloomberg
Paulo Zacarias Gomes 18 de janeiro de 2016 às 12:47

A sede europeia da Apple, em Cork na Irlanda, foi evacuada esta segunda-feira devido a um "alerta de segurança". De acordo com a Reuters, que cita fonte oficial da companhia, os escritórios centrais da multinacional naquele país estão a ser inspeccionados pelas forças policiais.

 

O jornal irlandês "The Independent" refere que foram retirados até quatro mil trabalhadores de três localizações diferentes (Lavitts Quay, Hollyhill e a instalação em Model Farm Road) depois de várias ameaças que terão sido recebidas pela empresa através de e-mail.

 

"Estamos a colaborar nas buscas com as equipas de segurança face a um alerta", disse a mesma fonte, que garantiu no entanto que não há equipas de inactivação de explosivos no local. No total, a empresa tem cinco mil trabalhadores nas várias instalações que detém no Sul da Irlanda.

 

Depois dos atentados de Paris no início e final do ano passado, os alertas de segurança na Europa têm aumentado. Já este ano, a 6 de Janeiro, o gabinete da chanceler alemã Angela Merkel em Berlim foi evacuado devido à presença de um pacote suspeito. Dois dias depois, o centro da cidade de Liverpool, no noroeste de Inglaterra, teve também de ser isolado, no caso devido a uma ameaça de bomba. A 13 de Janeiro, uma fábrica da tecnológica Intel em Leixlip, Irlanda, também foi evacuada, não tendo sido detectada nenhuma ameaça.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub