Redes Sociais Facebook é investigado por FBI e SEC

Facebook é investigado por FBI e SEC

O FBI e o regulador dos mercados americanos, a SEC, vão investigar a rede social de Mark Zuckerberg e a Cambridge Analytica, a empresa encarregue da campanha presidencial de Trump que usufruiu de dados dos utilizadores do Facebook e que lançou a polémica quanto à sua privacidade.
Facebook é investigado por FBI e SEC
Reuters
Ana Batalha Oliveira 03 de julho de 2018 às 12:29

O Facebook vai estar sob o escrutínio de mais autoridades norte-americanas: Federal Bureau of Investigation, o Departamento da Justiça e o regulador dos mercados americanos, a Securities Exchange Comission (SEC), estão agora a investigar a gigante tecnológica. A notícia foi avançada pelo Washington Post e o Facebook já veio confirmar, revela o The New York Times.

Estas autoridades juntam-se à Comissão Federal Comercial no inquérito que já decorria, e que visava tanto o Facebook como a empresa que acompanha a rede social na polémica da privacidade dos dados, a Cambridge Analytica. "Estamos a cooperar com as autoridades nos EUA, Reino Unido e não só", assegurou fonte oficial do Facebook.

Em causa está o acesso indevido que a Cambridge Analytica teve aos dados de dezenas de milhares de utilizadores em 2015, quando em 2016 a empresa trabalhou na corrida de Trump às presidenciais norte-americanas, as quais este venceu. A investigação quer apurar até que ponto o Facebook tinha conhecimento da situação, assim como a razão para os utilizadores e investidores não terem sido informados do erro mais atempadamente.

As acções do Facebook caíram 1% na negociação depois do fecho dos mercados, colocando-se a cotar nos 197,36 dólares.




pub