Redes Sociais Zuckerberg vai enviar ao Senado ideias para regulação do sector

Zuckerberg vai enviar ao Senado ideias para regulação do sector

O co-fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, disse hoje numa audição no Senado que irá colaborar com os legisladores no sentido de apresentar ideias de regulação no âmbito da privacidade dos utilizadores de redes sociais.
Zuckerberg vai enviar ao Senado ideias para regulação do sector
reuters, bloomberg
Carla Pedro 10 de abril de 2018 às 21:46

Mark Zuckerberg declarou esta terça-feira, numa audição no Senado norte-americano, que irá colaborar com os senadores na apresentação de ideias de regulação no domínio da protecção dos dados dos utilizadores das redes sociais.

 

O presidente executivo do Facebook disse, citado pela Bloomberg, que apresentará propostas regulatórias ao Senado e que a sua equipa trabalhará estreitamente com o senador republicano Lindsey Graham, que preside a este painel que hoje esteve a ouvir Zuckerberg, de modo a promover o diálogo acerca das "diferentes categorias em que este debate deve inserir-se".

 

"Não defendo que não deva haver regulação. A verdadeira questão, à medida que a Internet se torna mais importante nas vidas das pessoas, está em saber qual é a regulação ideal", afirmou Zuckerberg, de 33 anos.

 

O mercado esteve hoje especialmente atento à audição do CEO do Facebook no Senado, que vem na sequência do reconhecimento, por parte de Mark Zuckerberg, de que a empresa de consultoria política Cambridge Analytica poderá ter feito um uso impróprio dos dados de 87 milhões de utilizadores do Facebook.

 

Amanhã, Zuckerberg testemunhará, sobre o mesmo tema, perante uma comissão da Câmara dos Representantes.

 

As acções do Facebook reagiram bem à expectativa de um pedido de desculpas de Zuckerberg e ao anúncio de que a empresa vai lançar um programa de recompensas para delatores de violação de privacidade. A tecnológica californiana encerrou a somar 4,50% para 165,04 dólares.




pub