Telecomunicações CTT abrem recrutamento para substituição de colaboradores em férias

CTT abrem recrutamento para substituição de colaboradores em férias

Os Correios querem contratar para as funções de carteiro e comercial, entre Abril e Novembro através do site da empresa.
CTT abrem recrutamento para substituição de colaboradores em férias
Pedro Elias/Negócios
Negócios 30 de março de 2017 às 11:56

Os CTT estão a abrir um processo de recrutamento para a substituição de colaboradores em férias, para as funções de carteiro e comercial, adiantou a sociedade em comunicado. " As contratações serão realizadas entre Abril e Novembro, podendo as candidaturas ser enviadas durante todo o ano através do site dos CTT", segundo os Correios.


A empresa adiantou ainda que os colaboradores devem ter no mínimo 18 anos "e exercerão funções quer na distribuição postal como na actividade interna dos centros de produção e logística dos CTT", segundo os Correios. "Para esta área, este ano, está planeada a realização de 600 contratos", referiram os CTT.

A empresa está à procura de "pessoas que tenham gosto por uma função não rotineira, gosto pelo trabalho de equipa, com espírito dinâmico, preferencialmente com o 12º ano, com carta de condução e que conduzam motociclos".  


A empresa também precisa de trabalhadores para as 615 lojas próprias dos CTT no período de férias, num total de 60 contratos para este tipo de trabalho, para o qual "os CTT procuram pessoas com o mínimo de 18 anos e o 12º ano e forte espírito comercial, que gostem do contacto com o público, capazes de trabalhar por objectivos e muito focadas no cliente". 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub