Telecomunicações Meo vai ao Constitucional para não pagar 35 milhões à Nos
Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN

Meo vai ao Constitucional para não pagar 35 milhões à Nos

Num caso que tem a sua génese em 2001, a Meo tem percorrido todas as instâncias de recurso. Tem perdido. Mas ainda não desistiu.
Meo vai ao Constitucional para não pagar 35 milhões à Nos
Miguel Baltazar
Alexandra Machado 09 de abril de 2018 às 22:50

O caso é antigo. Tudo começou há 17 anos, ainda os operadores móveis eram a Optimus e a TMN. A primeira está hoje integrada na Nos, a segunda chama-se agora Meo, pertencente à Altice.

)

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub