Telecomunicações Quanto custam as ofertas sem fidelização das operadoras?

Quanto custam as ofertas sem fidelização das operadoras?

As operadoras já actualizaram as ofertas de serviços para cumprirem a nova lei e lançaram pacotes de serviços sem fidelização e com vínculos de 6 e 12 meses.
Quanto custam as ofertas sem fidelização das operadoras?
Bloomberg
Sara Ribeiro 16 de agosto de 2016 às 09:51

A partir de agora as operadoras são obrigadas a disponibilizar ofertas sem fidelização e com vínculo de 6 e 12 meses. De acordo com as informações disponíveis nos sites das empresas, as mensalidades cobradas podem quase duplicar e o custo de instalação dos serviços chega aos 300 euros.

O aumento de preços dos serviços, face à tradicional fidelização de 24 meses, já era esperado. Aliás, nos últimos meses as operadoras já tinham alertado para a situação, explicando que o vínculo por dois anos permite assegurar preços mais baixos.

Os contratos com prazos mais alargados permitem "às empresas distribuir por um período mais longo a remuneração dos serviços prestados, dos investimentos e dos custos específicos de cada contratação", como sublinhou, por diversas vezes, a associação que representa as operadoras (Apritel).

De acordo com as informações nos sites das operadoras, os preços das opções sem fidelização não é, por isso, muito competitivo. A vantagem de subscrever a um pacote por um prazo de 24 meses é sublinhada nos sites de algumas das operadoras.

Na Meo, um pacote com televisão, internet e telefone com fidelização de 24 meses custa desde 42,99 euros, com oferta da instalação e activação. Nas ofertas sem fidelização ou com vínculos de 6 e 12 meses o preço do serviço é de 49,99 euros por mês. E são cobrados 275 euros pela instalação e 25 euros pela activação da oferta.

Na operadora Nos os valores do pacote "triple play" com vínculo por 24 meses são semelhantes, e também incluem a oferta da instalação e activação. Já nas novas ofertas, com contratos sem fidelização, a seis ou 12 meses, a mensalidade sobe para 52,99 euros. Já o custo da instalação e activação difere de oferta para oferta.

De acordo com a informação detalhada da Nos sobre estes serviços, a adesão ao serviço na subscrição por 12 meses tem um custo de 170 euros. Nos contratos por seis meses sobre para 255 euros e, sem fidelização, passa para 400 euros.

Já na Vodafone, o pacote de TV, internet e telefone com fidelização por 12 meses ronda os 33,90 euros por mês, acrescendo 150 euros do custo da instalação do serviço. A activação é gratuita, segundo o site da operadora.

No caso dos contrato por seis meses, a mensalidade passa para 43,90 euros, também com um custo de adesão de 150 euros.

Já nas ofertas sem fidelização, o preço por mês aumenta 48,90 euros. E além dos 150 euros da instalação, acrescem 120 euros pela activação. O preço do pacote "triple play" da Vodafone com fidelização por 24 meses custa cerca e 26,90 euros.

Na Cabovisão, a primeira operadora a lançar uma oferta sem fidelização há cerca de dois anos, o preço da oferta "triple play" com vínculo por 24 meses parte dos 26,90 euros com oferta da instalação. No caso das ofertas sem fidelização ou a 6 e 12 meses, a mensalidade sobre para 37,49 euros, 37,99 euros e 34,99 euros, respectivamente, com a instalação a custar entre os 75 e os 150 euros.

As alterações à Lei das comunicações, que visam reforçar a protecção dos consumidores que celebrem contratos de comunicações com períodos de fidelização, entraram em vigor a 17 de Julho. No entanto No entanto, as novas ofertas sem fidelização ou com vínculo por 6 e 12 meses só passaram a ser obrigatórias a partir de 16 de Agosto, uma vez que o diploma previa o prazo de 30 dias para as operadoras aplicarem as novas regras.




pub