Telecomunicações Receitas da Meo caem 5,4% no segundo trimestre

Receitas da Meo caem 5,4% no segundo trimestre

A Altice Portugal conseguiu aumentar as receitas no segmento de particulares pela primeira vez em dois anos.
Receitas da Meo caem 5,4% no segundo trimestre
Miguel Baltazar
Nuno Carregueiro 02 de agosto de 2018 às 07:56

A Altice Portugal fechou o segundo trimestre deste ano com receitas de 516 milhões de euros, o que corresponde a uma queda de 5,4% face ao período homólogo e uma subida de 1,8% contra os primeiros três meses deste ano.


A empresa em que em Portugal controla a Meo também denotou a mesma evolução no EBITDA, que caiu em termos homólogos (-12%) e aumentou em cadeia (2,4%).

O EBITDA atingiu 222 milhões de euros, o que corresponde a uma margem de 43,1% e representa cerca de 17% do EBITDA alcançado pela Altice Europe.

O investimento operacional (capex) aumentou 6% para 106 milhões de euros, "o que reflecte os contínuos investimentos na rede e a melhoria das práticas comerciais", refere um comunicado da operadora liderada por Alexandre da Fonseca (na foto).

A Altice Portugal salienta que, pela primeira vez em quase dois anos, conseguiu aumentar as receitas no segmento de particulares. Cresceu 1,3% no segundo trimestre face aos três meses anteriores, "impulsionada por um maior crescimento nas angariações, melhoria nos desligamentos e aumento do ARPU dos novos clientes".

 

No que diz respeito ao número de clientes, a Meo salienta que obteve 6 mil adições líquidas, o que corresponde ao primeiro crescimento no espaço de cinco anos. Na fibra o número de clientes aumentou 37%, com 46 mil adições líquidas no segundo trimestre.

No segmento empresarial as receitas desceram 1,6% em termos homólogos e subiram 1,3% contra os primeiros três meses do ano.

 

Altice Europe ganha clientes em França

No que diz respeito à Altice Europe, onde está integrada a unidade portuguesa, o EBITDA caiu 10% no trimestre, para 1,32 mil milhões de euros, o que ficou ligeiramente acima dos 1,30 mil milhões de euros estimados pelos analistas inquiridos pela Bloomberg.

Num trimestre em que as receitas desceram 2,3%, a dívida líquida ficou estável em 31,7 mil milhões de euros.

A Bloomberg destaca que a Altice angariou 280 mil novos subscritores em França, sendo este o segundo trimestre consecutivo de crescimento significativo da sua base de clientes neste que é o seu principal mercado na Europa.

As acções da Altice Europe negoceiam em terreno negativo, com uma queda de 7,23% para 2,67 euros.


(notícia actualizada com mais informação)




Saber mais e Alertas
pub