Telecomunicações Sonaecom lucra 5 milhões no primeiro trimestre

Sonaecom lucra 5 milhões no primeiro trimestre

A Sonaecom lucrou, no primeiro trimestre deste ano, 5 milhões de euros, mais 500 mil euros que em igual período do ano passado.
Sonaecom lucra 5 milhões no primeiro trimestre
Ricardo Castelo/Negócios
Alexandra Machado 16 de maio de 2018 às 17:48
A Sonaecom lucrou, no primeiro trimestre deste ano, 5 milhões de euros, uma melhoria de 11,3% ou 500 mil euros, face aos 4,5 milhões lucrados há um ano, anunciou a empresa em comunicado.

Durante os primeiros três meses, o volume de negócios cresceu 1,3% para 36,6 milhões de euros, com as tecnologias a registarem um negócio de 33,3 milhões, mais 1% que em igual período do ano passado.

Os mercados internacionais, na área de tecnologias da Sonaecom, já pesam 50%, dizendo a empresa que no primeiro trimestre prosseguiu com "as iniciativas de expansão do portefólio", concluindo quatro novos investimentos. A empresa, presidida por Ângelo Paupério (na foto), realça que a área de media também registou "um desempenho positivo das receitas de publicidade online, conjuntamente com um crescimento das receitas de subscrição online e uma nova metodologia de registo de custos de distribuição". O que levou a um crescimento das receitas totais em media, negócio no qual detém o jornal Público, de 3,4%. 

Outro activo detido pela Sonaecom é a participação indirecta na Nos. A Sonaecom detém 50% da Zopt, que, por sua vez, detém 52,15% da operadora de telecomunicações que nas contas da Sonaecom é consolidada através do método de equivalência patrimonial. 

Com isto, o EBITDA da Sonaecom atingiu os 8 milhões de euros, 17,6% acima de igual período do ano passado, devido à consolidação, por esse método, da Nos. A Nos teve um lucro de 33,8 milhões no primeiro trimestre, e é este valor à proporção que a Sonaecom consolida nas suas contas.

"O EBITDA do portefólio apresentou um valor próximo do zero, que compara com um valor negativo de 300 mil euros no primeiro trimestre de 2017".

O crescimento do EBITDA e o menor nível de depreciações levou a que os resultados operacionais da Sonaecom crescessem para 6,1 milhões de euros.

(Notícia actualizada às 17:56 com mais informações)





A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
Saber mais e Alertas
pub