Aviação TAP garante continuidade do voo da noite Lisboa/Porto durante o Verão

TAP garante continuidade do voo da noite Lisboa/Porto durante o Verão

A TAP contrariou informações divulgadas hoje pela Câmara do Porto, que acusou a companhia de suprimir "discretamente" o voo nocturno entre Lisboa e o Porto, garantindo a manutenção desta ligação durante o horário de Verão.
TAP garante continuidade do voo da noite Lisboa/Porto durante o Verão
Lusa 09 de fevereiro de 2016 às 21:46

"Ao contrário do que está a ser divulgado o horário de Verão da TAP entre o Porto e Lisboa integra também o voo de Lisboa que parte às 22:45", disse à Lusa fonte oficial da transportadora aérea.

 

Segundo a mesma fonte, "a TAP está ainda a fechar a totalidade dos horários que ligarão o Porto e Lisboa na 'ponte aérea' que se inicia a 27 de Março praticamente de hora a hora, mas pode garantir desde já que este horário será contemplado".

 

O porta-voz da TAP adiantou que "o equipamento a utilizar nos diversos horários vai depender da procura, mantendo-se a utilização de aviões Airbus sempre que se justifique".

 

A Câmara do Porto acusou hoje a TAP de ter decidido "discretamente" descontinuar o voo nocturno entre Lisboa e Porto, que servia de ligação para os passageiros que vinham de voos de médio curso, a partir da Europa. "Este voo, operado pela própria TAP, com aviões Airbus A319 e A320, tinha lugar às 22:35 e viajava sistematicamente lotado", sublinhou a autarquia, em comunicado enviado à Lusa.

 

A transportadora aérea portuguesa, que anunciou recentemente uma 'ponte aérea' entre Lisboa e Porto a partir de Março, data em que descontinuará vários voos de médio curso europeus a partir do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, "não anunciou publicamente a supressão deste estratégico voo TAP", lê-se no documento.

 

O presidente da Câmara do Porto tem criticado a estratégia da TAP para o Porto, defendendo a necessidade de o Governo dar ordens à transportadora aérea para restabelecer as ligações internacionais que a companhia anunciou querer suspender a partir do aeroporto Francisco Sá Carneiro.

 

O primeiro-ministro, António Costa, disse no sábado que o acordo para a reversão da privatização da TAP deixa o Governo com margem para intervir sobre a manutenção de uma base no Porto. 




pub