Transportes Comboio da ponte pode entrar no passe intermodal

Comboio da ponte pode entrar no passe intermodal

A administradora delegada da Fertagus garante a disponibilidade do comboio da ponte em entrar num passe multimodal ou outro título que venha a existir para a região de Lisboa mas avisa que isso implica uma definição da repartição da receita de cada operador.
A carregar o vídeo ...
Maria João Babo Rosário Lira 03 de junho de 2018 às 12:00

A administradora delegada da empresa que opera o comboio da ponte 25 de Abril garante, em entrevista ao Negócios e Antena 1, que "é total" a disponibilidade para uma convergência tarifária com outros modos de transporte da região de Lisboa, uma das tarefas que o Estado incumbiu à comissão de negociação do contrato de concessão com a empresa.

Cristina Dourado diz, contudo, que essa é uma matéria que não depende da Fertagus, explicando que para isso será necessário definir os preços para os passes multimodais para todos os operadores, definir a quota que cabe a cada um e como é que se repartem as receitas.

A responsável aponta que desta convergência não resulte qualquer alteração no preço dos bilhetes, mas sim ao nível dos passes para os clientes regulares, num esquema em que possa ser "possível utilizar mais um passe na Fertagus que tenha uma outra abrangência territorial e um outro preço para quem utiliza muitos modos de transporte"

Sobre as negociações com o Estado, que envolvem ainda matérias como o pedido de reposição do equilíbrio financeiro do contrato apresentado pela Fertagus, Cristina Dourado acredita que estejam concluídas em Setembro.
 




pub