Transportes Fundo ambiental alarga apoio a carregamento de veículos eléctricos a politécnicos e universidades privadas

Fundo ambiental alarga apoio a carregamento de veículos eléctricos a politécnicos e universidades privadas

O Fundo Ambiental alargou o apoio à instalação de postos de carregamento de veículos eléctricos em campi universitários aos institutos politécnicos e a estabelecimentos privados de ensino superior, segundo um aviso publicado esta quinta-feira em Diário da República.
Fundo ambiental alarga apoio a carregamento de veículos eléctricos a politécnicos e universidades privadas
Pedro Curvelo 02 de agosto de 2018 às 11:34

O Fundo Ambiental alargou o apoio à instalação de postos de carregamento de veículos eléctricos em campi universitários aos institutos politécnicos e a estabelecimentos privados de ensino superior, segundo um aviso publicado esta quinta-feira em Diário da República. Para o efeito, foram disponibilizados 150 mil euros de financiamento a fundo perdido.

Desta forma, o Ministério do Ambiente duplica a dotação orçamental para o apoio à mobilidade eléctrica nos campi universitários. Em Junho, o Fundo Ambiental tinha publicado um aviso para o mesmo efeito, ao qual se podiam candidatar as universidades públicas e a Universidade Católica.

Cada entidade pode candidatar-se no máximo à instalação de dois postos de carregamento por campus, recebendo, no máximo, cinco mil euros por cada posto. No entanto, as entidades podem apresentar mais do que uma candidatura quando possuam vários polos.

O aviso de Junho recebeu 14 candidaturas, de acordo com um balanço recentemente feito pelo ministro João Matos Fernandes.

As candidaturas das universidades privadas e politécnicos terão de ser apresentadas a partir desta quinta-feira e até 7 de Setembro deste ano. 

"O prazo máximo de execução das operações, incluindo a execução financeira, é 30 de Novembro de 2018", refere o aviso.




pub