Transportes Governo indica Carlos Gomes Nogueira para liderar CP

Governo indica Carlos Gomes Nogueira para liderar CP

O nome do gestor foi indicado pelo Governo à CReSAP para liderar a transportadora ferroviária no próximo triénio. Sérgio Abrantes Machado e Ana dos Santos Malhó serão os outros administradores.
Governo indica Carlos Gomes Nogueira para liderar CP
Paulo Zacarias Gomes 19 de junho de 2017 às 12:24
Carlos Gomes Nogueira (na foto), antigo administrador da Groundforce, vai ser o novo presidente da CP, substituindo Manuel Queiró no cargo. O anúncio foi feito esta segunda-feira, 19 de Junho, pelo Ministério do Planeamento e Infra-estruturas, em comunicado.

O nome de Carlos Nogueira foi indicado à Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública (CReSAP), tal como o dos dois administradores que o acompanharão no mandato 2017-2020: Sérgio Abrantes Machado e Ana dos Santos Malhó. Caberá agora à comissão pronunciar-se sobre a nomeação.

Carlos Gomes Nogueira, licenciado em gestão de empresas pelo ISCTE e com mais de 30 anos de experiência, estava até agora na Europartners, empresa especializada no desenvolvimento, inovação e reestruturação de empresas. De 2011 a 2014 integrou a administração da Groundforce, empresa de "handling" nos aeroportos.

Do seu currículo consta a passagem por empresas como a BDO, o Banco Pinto & Sotto Mayor, a Lusotur (Vilamoura), Altitude Software e pelo grupo Banif (administrador da Açoreana Seguros e da Banif Imobiliária).

Foi ainda fundador e dirigente da Confederação do Turismo Português e é professor auxiliar convidado do ISCTE-IUL, instituto de que integra o conselho directivo.

Sérgio Abrantes Machado, quadro da CP - fez parte da comissão de ética da transportadora - foi administrador da EMEF, a empresa de manutenção e equipamento ferroviário, no mandato 2007-2010. Nesta empresa, de acordo com o Sindicato Democrático Nacional da Ferrovia, tomou posse como director-geral a 28 de Abril passado. Licenciado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores, é mestre em Ciências da Electricidade e tem um MBA em Finanças pela Universidade Católica.

Do sector ferroviário vem também a nova administradora Ana dos Santos Malhó, que desde 2013 estava na equipa directiva da EMEF. Regressa à CP, onde tinha sido directora financeira. Na CP Carga - entretanto vendida ao grupo MSC - tinha sido vogal do conselho fiscal. É licenciada em Administração e Gestão de Empresas e representante para as relações com o mercado da CP.

"O novo CA da CP, EPE terá como prioridades o desenvolvimento de uma política que contribua para a coesão territorial do país, a renovação estratégica do material circulante e a reestruturação orgânica da empresa," conclui o comunicado.

A liderança da empresa de comboios estava entregue, desde Fevereiro de 2013 (mandato 2013-2105), ao ex-deputado e engenheiro civil Manuel Queiró.

(Notícia actualizada às 13:26 com mais informação)



A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 19.06.2017

Tens uma pinta que não engana ninguém ...

Camponio da beira 19.06.2017

Eu até sugeria, para o conselho de administração, dias loureiro, o.costa, o sr. silva, salgado,tomé, rendeiro, socrates, vara e bava.Ah, esquecia-me do gajo dos submarinos,(tão uteis agora no combate aos incendios...

Ventura Santos 19.06.2017

Se passou pela BDO, Sotto Mayor e Banif então é dos bons ! Um verdadeiro PRO ! Vendam CP rápido ! Ah, não tem ações cotadas ?! Então, emigrem, vite, vite !!

Anónimo 19.06.2017

vale tudo menos arrancar olhos!
País de shit esse. Do governo até quem nele vota. Shit place!

ver mais comentários
pub