Transportes Metro de Lisboa: Estação de Arroios fecha quarta-feira para remodelação

Metro de Lisboa: Estação de Arroios fecha quarta-feira para remodelação

A reabertura da estação da linha verde, que entra em obras para permitir a circulação de comboios com seis carruagens, está prevista para 2019. A Carris vai prolongar temporariamente a carreira 797.
Metro de Lisboa: Estação de Arroios fecha quarta-feira para remodelação
Bruno Simão/Negócios
Negócios 17 de julho de 2017 às 17:00

A estação de Arroios do Metropolitano de Lisboa vai encerrar temporariamente esta quarta-feira, a 19 de Julho para trabalhos de remodelação e beneficiação, estando prevista a sua reabertura para 2019.

Em comunicado, o Metro de Lisboa explica que "as obras têm por objectivo melhorar as condições de circulação e de acessibilidade em toda a linha Verde, bem como proporcionar aos clientes uma estação mais modernizada, funcional, dotada de acessibilidade plena e esteticamente mais apelativa".

Durante o período das obras, que visa permitir que comboios com seis carruagens possam circular na linha Verde, os clientes terão como alternativa as estações de metro mais próximas, designadamente Alameda que se situa a cerca de 400 metros, bem como todas as carreiras da Carris que passam nesse eixo.

A Carris anunciou por seu lado que a partir desta quarta-feira a carreira 797 vai ser provisoriamente prolongada da Praça do Chile à Alameda, Sapadores - Sapadores/Circulação Alameda, devido ao encerramento da estação de metro Arroios para obras de remodelação.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub