Turismo & Lazer Hotéis de Monchique escapam ilesos a incêndio. Reservas no Algarve sem cancelamentos

Hotéis de Monchique escapam ilesos a incêndio. Reservas no Algarve sem cancelamentos

As duas unidades hoteleiras situadas em Monchique não sofreram quaisquer danos devido ao incêndio que lavra desde o início da tarde de sexta-feira. A situação não está a ter impacto em termos de cancelamento de reservas.
Hotéis de Monchique escapam ilesos a incêndio. Reservas no Algarve sem cancelamentos
Pedro Noel da Luz
Pedro Curvelo 06 de agosto de 2018 às 17:10

As duas unidades hoteleiras situadas em Monchique não sofreram quaisquer danos devido ao incêndio que lavra na serra de Monchique, no interior do Algarve, desde o início da tarde de sexta-feira, refere, em comunicado, a Região de Turismo do Algarve (RTA).

Contactado pelo Negócios, o presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Elidérico Viegas, indicou que o incêndio não está a ter "qualquer impacto a nível de cancelamento de reservas", situação que prevê que se mantenha.

Quer o Hotel Macdonald Monchique quer a Villa Termal das Caldas de Monchique foram evacuados "por precaução" na noite de domingo, tendo cerca de duas centenas de hóspedes sido realojados em hotéis junto ao litoral. Fonte da RTA indicou ao Negócios que o número de hóspedes das duas unidades não era muito elevado, uma vez que "não é a época alta naquela zona do Algarve".

"Estão a ser garantidos os mais elevados padrões de segurança e protecção dos residentes e turistas e existe total confiança nos operacionais mobilizados para o combate ao incêndio que já está dominado em 95 por cento do seu perímetro", assegura João Fernandes, presidente da RTA, citado no comunicado.

O documento indica ainda que João Fernandes reuniu esta manhã de segunda-feira com o presidente da Comissão Distrital da Protecção Civil do Algarve, o comandante operacional da Protecção Civil do Algarve e o secretário de Estado da Protecção Civil e outras entidades envolvidas na operação. No encontro "foi decidido não accionar medidas adicionais além das já tomadas pela Protecção Civil e foi reiterado que o Algarve é uma região segura para residentes e para turistas".

A RTA destaca que "a situação do fogo é agora mais favorável, com a previsão de descida da temperatura e aumento da humidade relativa do ar nos próximos dias".

O incêndio de Monchique já consumiu entre 15 mil a 20 mil hectares, sendo o maior fogo do ano, segundo o mais recente ponto da situação, realizado pela Protecção Civil. O incêndio causou um ferido grave e mais de quatro dezenas de feridos ligeiros.




pub