Turismo & Lazer Livraria Lello quase triplicou venda de livros em seis meses

Livraria Lello quase triplicou venda de livros em seis meses

Com a iniciativa de um controlo das entradas na livraria, a Lello registou menos visitantes. Mas, por outro lado, o estabelecimento do Porto registou mais vendas e livros.
Livraria Lello quase triplicou venda de livros em seis meses
Nuno Fernandes Veiga/Correio da Manhã
Lusa 12 de janeiro de 2016 às 17:22
A Livraria Lello, no Porto, aumentou em quase 300% a venda de livros diária nos últimos seis meses, apesar de receber menos visitantes, disse esta segunda-feira, 12 de Janeiro, o administrador do espaço que completa o 110.º aniversário na próxima quarta-feira.

Em entrevista à agência Lusa, no âmbito da celebração da data, o administrador José Manuel Lello mostrou-se satisfeito com a diminuição de visitantes de há seis meses a esta parte e com a triplicação de vendas de livros.

"Vendemos mais livros. Tínhamos uma média diária de venda de livros de 190 livros e, neste momento, andamos numa média de 522 livros", disse José Manuel Lello, reconhecendo que é "incrível" o aumento de quase 300%.

A Livraria Lello passou em Julho de 2015 a cobrar as entradas dos visitantes, através de "vouchers" dedutíveis na compra de livros.

Com a iniciativa de um controlo das entradas na livraria, o administrador reconhece que agora têm menos visitantes, mas, por outro lado, registam mais vendas de livros e dão um melhor atendimento ao público.

"Temos em média, no Verão, à volta de 2.500 entradas - no Verão incluo até Outubro - e nestes últimos dois meses [Novembro e Dezembro], o tráfego baixou um pouco, numa média de 1.500 pessoas por dia", adiantou José Manuel Lello, reiterando que são números que satisfazem "imenso" a gerência, porque com menos pessoas dentro da loja a Livraria Lello está a vender mais livros.

Considerada uma das mais belas livrarias do mundo por alguma imprensa internacional - como o jornal The Guardian, que a elevou em 2008 à terceira mais bela do mundo, e a estação televisiva CNN em 2014 a considerou a mais linda do mundo -, a Lello oferece no dia do aniversário 110 exemplares da obra "A Lágrima", de Guerra Junqueira, e vários momentos artísticos.

Um dos momentos artísticos que se destaca é uma performance teatral com actores a fazerem renascer os escritores Florbela Espanca e Camilo Castelo Branco, que se vão encontrar pela primeira vez para irem dar os parabéns à Lello.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Ana Alpendre 12.01.2016

Porque é que o fisco não investiga Cândido Ferreira?

pub
pub
pub
pub