Turismo & Lazer Programa Valorizar estimula turismo na Covilhã, Fundão e Idanha-a-Nova

Programa Valorizar estimula turismo na Covilhã, Fundão e Idanha-a-Nova

A secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, vai estar quinta-feira nos municípios de Covilhã, Fundão e Idanha-a-Nova para assinar vários contratos do programa Valorizar que visa dinamizar o turismo no interior do país.
Programa Valorizar estimula turismo na Covilhã, Fundão e Idanha-a-Nova
Lusa 03 de janeiro de 2018 às 22:31

Os cinco contratos têm um financiamento global associado de cerca de 1,8 milhões de euros, segundo um comunicado emitido hoje pela Secretaria de Estado.

 

Os contratos vão ser assinados pelo Turismo de Portugal e os municípios da Covilhã, Idanha-a-Nova, a Associação das Aldeias Históricas e o Eco Glamping da Gardunha, acrescenta o texto.

 

A maior parte dos incentivos vai para dois contratos a assinar com a Associação das Aldeias Históricas.

 

Um primeiro, no montante de 650 mil euros, "visa promover a disponibilização de redes 'wi-fi' de elevada qualidade nos centros históricos e nos espaços públicos de maior afluxo de turistas no conjunto das doze aldeias históricas".

 

O outro, de 399 mil euros, destina-se a um projecto de desenvolvimento e promoção da designada "Grande Rota 22", que pretende realizar "ações de promoção, sinalização e promoção da mobilidade inter aldeia".

 

No comunicado, Ana Mendes Godinho acrescenta que o programa Valorizar, criado há um ano, já aprovou cerca de 230 projectos, "demonstrando que o turismo é um instrumento de dinamização das economias regionais, estando cada vez mais a acontecer em todo o país.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub