Calculadora Online Calculadora: Quanto tem de investir no aumento de capital do BCP

Calculadora: Quanto tem de investir no aumento de capital do BCP

Veja na calculadora do Negócios quantas acções pode subscrever e quanto terá que investir se quiser participar no aumento de capital do BCP.
Rui Santos - infografia Nuno Carregueiro 12 de janeiro de 2017 às 07:00

Se é accionista do BCP, em breve vai ter que tomar a decisão de participar ou não no aumento de capital do banco liderado por Nuno Amado.


Para saber quantas acções poderá subscrever e qual o investimento que tal representa, pode utilizar a calculadora do Negócios. Basta indicar quantas acções tem em carteira.




O BCP anunciou um aumento de capital de 1.332 milhões de euros através da emissão de 14.169 milhões de novas acções.

 

O aumento de capital é reservado aos accionistas. Por cada acção acção detida, os accionistas recebem um direito, que por sua vez garante a subscrição de 15 novas acções, mediante o pagamento de 9,4 cêntimos por cada uma. Por exemplo, um pequeno investidor que tenha 1.000 acções do BCP e as mantenha em carteira até ao destaque dos direitos, irá receber mil direitos quando as acções ajustarem. Para participar no aumento de capital, terá de exercer os direitos, através dos quais ficará com mais 15 mil acções do BCP. Neste exercício de direitos irá investir 1.410 euros.

 

Não sou accionista. Posso comprar?

Apesar do aumento de capital ser reservado a accionistas, caso não tenha acções ainda vai a tempo de participar na operação, tendo para isso duas possibilidades. Pode comprar acções do BCP antes que ocorra o destaque dos direitos (as datas ainda não são conhecidas). Neste caso irá receber os direitos respectivos e pode depois exercê-los quando for a altura. Caso não pretenda comprar acções do BCP, também pode participar no aumento de capital. Para isso terá que comprar em bolsa os direitos de subscrição, que terá depois de exercer. Cada direito permite a compra de 15 novas acções, mediante o pagamento de 9,4 cêntimos por cada uma. 

 

E se não quiser participar no aumento de capital?

Se é accionista do BCP e não pretende investir no banco através do aumento de capital, tem duas opções. Pode vender os títulos antes que seja efectuado o destaque dos direitos e assim deixa de ser accionista. Caso pretenda continuar a ser accionista do BCP, terá então que esperar pelo destaque dos direitos e vendê-los em bolsa quando estes forem transaccionados (as datas ainda não são conhecidas). Lembre-se que se não quiser participar no aumento de capital, terá de vender os direitos, sob pena de perder em definitivo o seu valor.

 




Saber mais e Alertas
pub