Bolsa BES vendeu todas as acções que tinha na Espírito Santo Saúde

BES vendeu todas as acções que tinha na Espírito Santo Saúde

O Banco Espírito Santo alienou a totalidade das acções que tinha Espírito Santo Saúde na operação pública de aquisição (OPA). O banco encaixou mais de 16 milhões de euros.
BES vendeu todas as acções que tinha na Espírito Santo Saúde
Miguel Baltazar/Negócios
Ana Laranjeiro 30 de outubro de 2014 às 18:02

O Banco Espírito Santo (BES) vendeu a sua participação na Espírito Santo Saúde (ESS). De acordo com o comunicado presente no site da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), divulgado esta quinta-feira, 30 de Outubro, o banco procedeu à "alienação de uma participação representativa do capital social desta sociedade, da qual resultou que a participação qualificada anteriormente detida nesta sociedade foi reduzida para valor inferior à percentagem de 2% dos direitos de voto desta sociedade".

 

"O BES deixou de deter quaisquer acções representativas do capital social da ESS e deixaram de lhe ser imputáveis quaisquer direitos de voto", pode ler-se ainda no documento.

 

Assim, o banco vendeu 3.225,283 acções a 15 de Outubro, data em que terminou a OPA da Fidelidade, ou seja, considerando os 5,01 euros oferecidos pelos chineses na operação, o BES encaixou perto de 16,2 milhões de euros.

 

A 13 de Outubro, o Negócios escrevia qual a posição directa do BES "mau" sobre a ES Saúde, que era de 3,38%, uma posição com que ficou depois da "apropriação da titularidade das acções [do ESFG], no âmbito de execução de contrato de penhor financeiro sobre as mesmas".

 

Halcyon Management Partners sem participação na Espirito Santo Saúde

A Halcyon Managemente Partners também saiu do capital da ESS. A informação foi divulgada pelo regulador português do mercado de capitais esta quinta-feira, após o fecho do mercado.

 

"Em virtude da alienação de 2.817,218 acções ordinárias da ESS por fundos geridos pela Halcyon Asset Management LLC e por sociedades do mesmo grupo, realizada a 17 de Outubro de 2014, na Euronext Lisbon, as participações imputáveis (i) à Halcyon Management Partners LP enquanto sociedade holding da Halcyon Asset Management LLC e das sociedades do mesmo grupo e (ii) ao Halcyon Master Fund LP, foram reduzidas a zero, pelo que, consequentemente, deixou de ser imputável a qualquer das referidas entidades uma participação qualificada na ESS", pode ler-se no documento.

 

As acções a 17 de Outubro encerraram nos 4,783 euros, pelo que, a empresa terá encaixado mais de 13 milhões de euros.




pub