Bolsa BlackRock atraiu 104 mil milhões através de novos clientes no segundo trimestre

BlackRock atraiu 104 mil milhões através de novos clientes no segundo trimestre

Entre Abril e Junho, a maior gestora mundial de activos captou 104 mil milhões de dólares em dinheiro proveniente de novos clientes, beneficiando da crescente procura por fundos de investimento negociados em bolsa.
BlackRock atraiu 104 mil milhões através de novos clientes no segundo trimestre
Bloomberg
Negócios 17 de julho de 2017 às 18:20

Além de ter registado, no segundo trimestre, lucros de 857 milhões de dólares (+8,6% do que o lucro de 789 milhões obtido no período homólogo) - resultados que ficaram aquém das estimativas dos analistas – a BlackRock conseguiu atrair 104 mil milhões de dólares de dinheiro proveniente de novos clientes, segundo os resultados apresentados pela empresa norte-americana esta segunda-feira, 17 de Julho.

 

Para o conseguir, a maior gestora mundial de activos beneficiou da crescente procura por fundos de investimento negociados em bolsa, elevando assim para 5,68 mil milhões de dólares a carteira de activos gerida pela BlackRock.

 

O fluxo financeiro registado no segundo trimestre pela BlackRock ascendeu a 104 mil milhões de dólares, bem acima dos 7 mil milhões movimentados em igual período do ano passado.

 

Foi a diminuição nas comissões exigidas pela gestora de activos norte-americana que contribuiu para o aumento dos fluxos movimentados, porém foi também este factor que levou a receitas (cresceram 6% para 2,97 mil milhões de dólares) e lucros a ficarem aquém daquilo que esperavam os analistas.

 

Ainda assim, escreve o Financial Times, apesar da cada vez maior pressão sobre as comissões, a BlackRock conseguiu manter a margem operacional ajustada em 43,9%, tal como no ano passado. 

Depois de esta manhã ter apresentado resultados que acabaram por desapontar os mercados, os títulos da cotada seguem a perder 3,30% para 423,87 dólares, numa sessão em que as acções da BlackRock negoceiam em mínimos de 30 de Junho. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
silva Há 5 dias

Estão a apostar forte na bolsa portuguesa, devem ter informação de melhoria do rating.

pub