Bolsa Energia e Apple pressionam Wall Street

Energia e Apple pressionam Wall Street

As principais bolsas dos Estados Unidos encerraram a negociar no vermelho, penalizadas pelos títulos da energia devido à queda dos preços do petróleo e também pela Apple, que pesou no sector tecnológico.
Energia e Apple pressionam Wall Street
Carla Pedro 30 de dezembro de 2015 às 21:11

O Dow Jones fechou a ceder 0,66% para 17.603,53 pontos, e o Standard & Poor’s 500 recuou 0,7% para 2.063,30 pontos. No acumulado do ano, nesta penúltima sessão de 2015, o Dow Jones perde 1,1% e o S&P 500 consegue ainda aguentar-se a ganhar 0,57%. Se conseguir fechar o ano em alta, será o seu quarto ganho anual consecutivo.

 

O índice tecnológico Nasdaq Composite, por seu lado, desvalorizou 0,82% esta quarta-feira, para se fixar nos 5.065,84 pontos, e no cômputo anual soma 7,1%.

 

A influenciar as perdas de hoje estiveram sobretudo os títulos da energia, penalizados pela descida das cotações do petróleo nos mercados internacionais – que estiveram a cair mais de 3% depois do anúncio de um aumento inesperado das reservas norte-americanas de crude na semana passada.

 

A Exxon Mobil e a Anadarko Petroleum deram o mote às quedas no sector energético.

 

A Apple também contribuiu para o mau desempenho das bolsas do outro lado do Atlântico, pressionando todo o sector tecnológico. A penalizar a empresa da maçã esteve a notícia de que, após meses de disputa sobre a sua alegada fuga ao fisco transalpino, a gigante tecnológica chegou a acordo com as autoridades italianas e irá avançar com o pagamento de 318 milhões de euros.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub