Bolsa Energia e papel ditam queda da bolsa

Energia e papel ditam queda da bolsa

A bolsa nacional fechou a sessão em queda, pressionada pela descida das acções dos sectores da energia e do papel.
A carregar o vídeo ...
Sara Antunes 16 de abril de 2018 às 16:52
O PSI-20 recuou 0,43% para 5.453,97 pontos, com 13 cotadas em queda e cinco em alta, numa sessão marcada pela descida da maioria das bolsas europeias. A sessão foi marcada por alguma cautela entre os investidores, num período em que a tensão geopolítica tem sido o grande destaque. Além dos ataques dos EUA, Reino Unido e França à Síria, a disputa comercial entre os EUA e a China continuam a marcar a agenda. Ainda esta segunda-feira, 16 de Abril, Donald Trump acusou a China e a Rússia de estarem no "jogo da desvalorização cambial".

Na bolsa nacional, o sector da energia foi o que mais pressionou, numa sessão em que a EDP desceu 0,60% para 3,157 euros, a EDP Renováveis perdeu 1,11% para 8,01 euros e a Galp Energia recuou 0,79% para 15,71 euros. A petrolífera seguiu assim a tendência dos preços da matéria-prima, que desliza 1,31% para 71,63 dólares por barril em Londres.

O petróleo aliviou assim dos máximos de Dezembro de 2014 alcançados na passada sexta-feira. A contribuir para a queda dos preços da matéria-prima estão as preocupações em torno da subida da produção norte-americana, depois de ter sido revelado que o número de plataformas de perfuração em funcionamento nos Estados Unidos atingiu o nível mais elevado em três anos, sugerindo que a oferta norte-americana poderá aumentar para novos recordes.

O sector do papel também contribuiu para o desempenho da bolsa, com a Navigator a ceder 1,06% para 4,68 euros, a Semapa a depreciar 1,28% para 18,56 euros e a Altri a recuar 0,90% para 5,48 euros. 

A travar a queda da bolsa esteve o BCP, ao subir 0,39% para 0,2811 euros. Assim como a Jerónimo Martins, que somou 0,60% para 14,34 euros.

A Pharol também pesou no desempenho no índice, ao deslizar 3,67% para 0,189 euros.



A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado PS COM 12% DE VANTAGEM SOBRE PSD Há 1 semana

PS COM 12% DE VANTAGEM SOBRE PSD
ESTOU TÃO FELIZ COM A ESQUERDA EM PORTUGAL
APELO A UNÃO DE TODOS OS CAMARADAS DE ESQUERDA PARA VOTAR EM QUALQUER DOS 3 PARTIDOS DA GERIGONÇA
PODE SER EM QUALQUER UM, PORQUE DEPOIS HAVERÁ COLIGAÇÃO
NÃO QUEREMOS A PORCARIA DA DIREITA NO PODER
PS COM 12% DE VANTAGEM SOBRE O PSD, MAS........ IRÁ AUMENTAR ESSA PERCENTAGEM ATÉ A VOTAÇÃO EM 2019
GRANDE PARTIDO SOCIALISTA
GRANDE BLOCO DE ESQUERDA
GRANDE PARTIDO COMUNISTA
ESTOU AGORA A COMUMURAR NA TABERNA AQUI DA ESQUINA DO SENHOR JOSÉ ALFREDO, SOBRE A VANTAGEM DA GRANDE ESQUERDA NA SONDAGEM
O GRANDE PARTIDO SOCIALISTA JÁ ME PROMETEU AUMENTO DE 1,9% NA MINHA REFORMA EM 2019
TAMBÉM ME VÃO DAR UM SUBSIDIO DE 264 EUROS
TERÃO O MEU VOTO EM 2019
GRANDE ESQUERDA EM PORTUGAL, QUE ESTÁ A SURPRENDER TUDO E TODOS AQUI PELA EUROPA FORA E NOUTROS CONTINENTES.
CENTENO E COSTA SÃO OS MAIORES POLITICOS PÓS 25 DE ABRIL DE 1974, E ATÉ DE TODOS OS TEMPOS.
PORQUE PORTUGAL NUNCA ESTEVE TÃO BEM COMO AGORA.
VIVA A ESQUERDA

comentários mais recentes
AGARREM-SE A EDP Há 1 semana

A energia e o investimento mais rendavel, e mais seguro.

Anónimo Há 1 semana

Esquerdoidex massa brutax clerianox ciganex vai ao fundo com a geringonça

ENERGIS DITAM QUEDA? Há 1 semana

A EDP perdeu apenas 0.60%

CRIADOR DE TOURADAS=ÓPAS Há 1 semana

CRIADOR DE TOUROS=ÓPAS é o maior escremento nacional
também o maior lixo que comenta aqui no jornal de negocios
a com cada um cromo

ver mais comentários