Bolsa Semapa reforça compra de acções próprias e passa a deter 0,45% do capital

Semapa reforça compra de acções próprias e passa a deter 0,45% do capital

A empresa liderada por Pedro Queiroz Pereira comprou 44.390 acções próprias entre os dias 23 e 25 de Fevereiro. No total, tem mais de 367 mil acções, correspondentes a 0,45% do capital social.
Semapa reforça compra de acções próprias e passa a deter 0,45% do capital
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 26 de fevereiro de 2016 às 19:04

A Semapa comprou 44.390 acções próprias entre os dias 23 e 25 de Fevereiro, passando a deter 0,45% do capital social, segundo informou a empresa num comunicado emitido à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) esta sexta-feira, 26 de Fevereiro.

"A Semapa - Sociedade de Investimento e Gestão, SGPS, S.A. vem informar que realizou compras de acções próprias, em bolsa, nos dias 23, 24 e 25 de Fevereiro de 2016", indica o comunicado.

 

Após as aquisições, a empresa liderada por Pedro Queiroz Pereira passou a deter um total de 367.719 acções próprias, correspondentes a 0,45% do respectivo capital social.

 

No dia 23 de Fevereiro, as acções da Semapa caíram 3,44%. Nos dias 24 e 25 subiram 2,81% e 0,88%, respectivamente.

 

A empresa de Queiroz Pereira, cujos lucros caíram 27,7% em 2015, para 81,5 milhões de euros, tem vindo a reforçar a compra de acções próprias. No dia 16 de Fevereiro, a Semapa anunciou a aquisição de 61.487 acções próprias em bolsa, com as quais passou a deter 0,330% do capital social.

 

Esta sexta-feira, os títulos subiram 4,03% para 11,345 euros. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 26.02.2016

Boa acao:os juros nao se lhe ve a cor,as accoes estao desamparadas,aconcheguemo-nos ao que e nosso.Ou a ideia e outra?

pub
pub
pub
pub